Brasília-DF,
22/MAI/2019

Fique em casa: 'Flores raras' quebra esteriótipos do cinema nacional

A trama apresenta a história do relacionamento da poetisa Elizabeth Bishop com a arquiteta Lota de Macedo Soares

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:05/04/2019 06:01Atualização:04/04/2019 18:52

Miranda Otto e Glória Pires vivem um romance nas telonas (Imagem Filmes/Divulgação)
Miranda Otto e Glória Pires vivem um romance nas telonas

 

“No teu cabelo negro brilham estrelas cadentes, arredias/Para onde irão elas tão cedo, resolutas?/Vem, deixa eu lavá-lo, aqui nesta bacia amassada e brilhante como a lua.” O trecho do poema retrata uma cena marcante do filme Flores raras, que estreou em agosto de 2013. A produção é baseada na história do relacionamento da poetisa estadunidense Elizabeth Bishop com a arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares. Com direção de Bruno Barreto, o filme quebra os estereótipos, equivocados, do cinema nacional.

 

Elizabeth é uma poetisa que se deixa levar pela insegurança e pela timidez. Em busca de algo que a motive, ela embarca rumo ao Brasil e decide passar uns dias na casa de Mary, amiga de faculdade, que se relaciona com Lota. Na casa do casal, a arquiteta fica incomodada com a presença da escritora e até sente ciúmes dessa amizade. Com o passar do longa-metragem, as duas começam a se dar bem e acabam investindo em uma relação. Por fim, há uma ruptura no relacionamento de Elizabeth com Mary, sendo ligadas agora apenas pela amizade e pela filha adotiva do casal.

 

O filme é protagonizado pelas atrizes Glória Pires e Miranda Otto. Glória criou uma personagem de personalidade forte, a frente de seu tempo e decidida, enquanto Miranda interpreta uma mulher indecisa, tímida e insegura, e esse contraste entre as duas é fundamental para entender alguns conflitos presentes na trama. Além disso, o filme é ambientado nas décadas de 1950 e 1960, e faz grandes alusões históricas ao contexto brasileiro. Traz à tona a construção do Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro; a construção e inauguração de Brasília; o período de golpe militar e a explosão da bossa nova.

 

Flores raras quebra um tabu, já que poucos são os filmes brasileiros que têm um casal homossexual como protagonista. A produção, baseada em fatos reais, aproxima as pessoas da vida de um dos grandes nomes da poesia do século 20. A mistura fez com que a produção ganhasse quatro categorias do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entre elas melhor atriz e melhor direção.

 

Serviço

Flores raras

 

Exibição neste sábado (6/4), às 4h25, na Globo. Não recomendado para menores de 12 anos

 

 

 

Tv Aberta

 

Sexta

O grande xerife

(TV Brasil, 22h45)

O carteiro de uma cidadezinha do Oeste se envolve com uma quadrilha durante um assalto. O grupo mata o delegado e, por troça, nomeia o carteiro xerife. Mas este faz tantas trapalhadas que acaba desmascarando o chefe do bando e prendendo todos os malfeitores.

 

Sábado

Segredos de um crime

(Band, 23h30)

Malcolm é um detetive respeitado pelos colegas policiais. Um dia, no entanto, ele  atropela um garoto em uma bicicleta. Malcolm pode ser preso, mas dois outros policiais decidem acobertar o caso. Sentindo-se culpado, ele deseja contar a verdade, mas isso incriminará também aqueles que o ajudaram.

 

Domingo

Jack — O caçador de gigantes

(Globo, 14h15)

Jack é um fazendeiro que adquire grãos de feijão com a única recomendação de que não devem ser molhados. Obviamente, isto acaba ocorrendo e criando um enorme pé de feijão que vai dar em um mundo de gigantes. Em meio a tudo isso, a princesa Isabelle é sequestrada pelos gigantes e Jack se unirá ao rei numa cruzada para a salvar a jovem.

 

Tv Fechada

 

Sexta

O acordo

(Cinemax, 19h55)

Um jovem é acusado de traficar drogas e enfrenta uma condenação de 10 anos. Seu pai, John Mathews, faz um acordo com o DEA e entra como infiltrado no mundo do narcotráfico para conseguir informação das cabeças do cartel e assim salvar seu filho.

 

Sábado

Homem-Formiga

(Telecine action, 22h)

O talentoso ladrão Scott Lang sai da cadeia disposto a recuperar sua reputação. Após não conseguir emprego, ele aceita participar de um último roubo. Este golpe, na verdade, é uma armação do Dr. Pym, criador de uma fórmula e de um traje de encolhimento capazes de transformar Scott no Homem-Formiga

 

Domingo

A sogra

(Warner, 14h48)

A série de tentativas fracassadas no amor não impediu Charlie de continuar procurando o príncipe encantado. Ela finalmente parece ter encontrado em Dr Kevin Fields, um homem bem-sucedido, inteligente, carinhoso, fiel e atraente.  Até Charlie conhecer a sogra e se dar conta de que terá de enfrentar a megera Viola Fields. 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES

EVENTOS






OK