Brasília-DF,
16/DEZ/2018

Agite! Confira as programações para o fim de semana

Projeto 'Rodas ancestrais' resgata as tradições da África por meio de teatro, capoeira e música

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ronayre Nunes* Publicação:12/10/2018 06:02Atualização:11/10/2018 09:59
Projeto começa neste sábado e será realizado a cada mês em uma cidade do DF (Davi Mello/Divulgação)
Projeto começa neste sábado e será realizado a cada mês em uma cidade do DF
 
O projeto Rodas Ancestrais estreia neste sábado, em Samambaia. Entre as principais propostas, estão a integração de tradições culturais de matriz africana, como o samba, capoeira e mamulengo por meio de música, poesia, teatro popular, performances e mais. Os planos são manter o encontro uma vez por mês em diferentes cidades pelo Distrito Federal.

"O projeto nasce com a proposta de integrar linguagem de cultura popular de matrizes africanas, como o samba de roda, a capoeira, o mamulengo, em uma grande roda, como uma brincadeira, e vamos fazendo a direção dessa integração", comenta Flávia Lucci, uma das idealizadoras e produtora do evento.

A dinâmica do Rodas Ancestrais se dividem em duas vertentes, com atividades pedagógicas nas escolas e as abertas ao público — chamadas de Grandes Rodas. 

Para realizar as atividades junto ao público estarão a Comunidade de Capoeira Formigueiro de Angola, a Escola Cultural Capoeira Fio da Navalha, Mamulengo Presepada e o Samba de Roda Cid Aroeira.

"Essa Grande Roda é por fora da escola, onde as pessoas podem vir e curtir todo o processo. É aberto e as pessoas podem aprender muito, é um evento que vale muito a pena", alega Flávia.

Serviço
Rodas Ancestrais

Área externa da Escola Classe 407 (QN 407, AE, Setor Norte, Samambaia Norte; 3359-1530). Sábado, a partir das 16h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.
 
*Estagiário sob a supervisão de Vinicius Nader
 

Forró de resistência

 
Grupo Forró do B é a grande atração da edição de amanhã do projeto Forró DoBrado (Divulgação/Webert da Cruz)
Grupo Forró do B é a grande atração da edição de amanhã do projeto Forró DoBrado
 

As 24 horas posteriores ao Dia das Crianças pedem um programa animado para os pais. A pedida pode ser o Forró DoBrado. Com atrações no sábado, no Conic, o projeto levará aos fãs muito agito e a prova de que o espaço não merece estar abandonado. Para este sábado, a grande atração é o Forró do B, com participação de Emília Monteiro, discotecagem de Patrícia Egito e projeções de Mari Mira.

"A gente tem um projeto de ocupação cultural no Conic há mais de 1 ano, com programação sempre gratuita. Por ele ter essa posição central, a gente decidiu juntar atrações lá", explica Natália Pires, uma das idealizadoras do projeto e vocalista do Forró do B (que ainda conta com Gabriel Tomé, Marcelo Neder e Maísa Arantes).

Sobre o repertório, o público pode se preparar para o melhor da tradição nos palcos. 
"A gente tenta fazer um resgate do forró pé de serra. O gênero foi muito alterado durante os anos, mas a gente queria propor esse resgate mesmo, com coisas diferentes, como a presença da mulher na banda e sons que não são tão conhecidos. A ideia é ser uma festa ao forró", afirma Natália.

Ainda sobre o espaço, a cantora aponta o quanto a presença popular e cultural no Setor Comercial Sul é importante. 

"Acho que a ocupação do Conic é fundamental. Eu convido as pessoas a conferirem que o local pode ser usado, principalmente como acesso à cultura, e para os próprios moradores de rua de lá, que contribuem muito para todo esse contexto, que vão e se divertem. Todo mundo dança junto é uma festa muito especial", conclui Natália. (R.N.)

Serviço
Projeto Forró DoBrado – com grupo Forró do B
Conic (Setor de Diversões Sul). Sábado, a partir das 21h. Entrada franca. Não recomendado para menores de 18 anos

Música


Acústico no Altiplano

Sábado, a partir das 20h, no Ortus Universo Gastronômico (Rua 5, Altiplano Leste; 3248-3360), a grande atração são os músicos Manassés de Souza e Cacau Alencar, integrantes do projeto Sábado Acústico. No repertório, clássicos da música estarão no palco, como Ravel, Villa-Lobos, Erick Clapton e mais. O couvert custa R$ 10. Não recomendado para menores de 18 anos.

Festa popular

Neste domingo, o Forró no Quadradão desembarca no Riacho Fundo 2 (Praça da QN 10). O projeto tem o objetivo de apresentar manifestações culturais nordestinas aos brasilienses, em especial o forró. Nesta edição, a partir das 17h, estarão no repertório canções de Trio Sol Nascente, Trio Arte do Nordeste e Carlos Silva, do Trio JC do Acordeon. A entrada é franca. Classificação indicativa livre.

Encontro do samba

Neste domingo, a partir das 13h, no Taguaparque (Colônia Agrícola Samambaia; 3352-2283), Milsinho gravará o DVD Do Povo, com grandes convidados, como Dhi Ribeiro, Cleber Augusto, Marcelo Sena e outros. A entrada é franca. Classificação indicativa livre.

Feiras


Alimentação saudável
 
Opções gastronômicas saudáveis serão o ponto principal do mercadinho (Telmo Ximenes/Divulgação)
Opções gastronômicas saudáveis serão o ponto principal do mercadinho
 

A partir das 9h de sábado, uma nova edição do Mercadinho do Brasília tomará conta da área externa do Brasília Shopping (SCN Q. 5, Asa Norte). Além de estandes com venda de alimentos orgânicos, o dia promete ser de grandes emoções, com oficina gastronômica, massagens e apresentação musical com o grupo Hamilton Pinheiro e Cleudson Assis. A entrada é franca. Classificação indicativa livre.

Chapada dos Veadeiros


Vivência

Neste fim de semana, o projeto Aldeia Multiétnica receberá o público na Chapada dos veadeiros (Aldeia Multiétnica, Alto Paraíso de Goiás) para conviver um pouco mais com a cultura indígena A’uwe, durante o dia todo. O valor da inscrição varia de R$ 980 a R$ 1.250 e pode ser feita pelo site aldeiamultietnica.com.br/vivenca. A classificação indicativa varia de acordo com a atividade desenvolvida e indicada no site.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES