Brasília-DF,
13/DEZ/2019

Veterano em novo show, Fábio Rabin estreia 'Tá embaçado' em Brasília

No stand-up, o comediante vai falar sobre política e cotidiano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Lucas Batista* Publicação:29/11/2019 06:03Atualização:28/11/2019 21:09
'O que me motiva é viver daquilo que eu amo' (Luiz França/Divulgação)
'O que me motiva é viver daquilo que eu amo'

Um dos precursores do stand-up comedy no Brasil, o humorista Fábio Rabin abriu portas para muitos outros comediantes dentro do estilo. Na estrada desde 2002, Fábio já passou por programas de televisão como Pânico na TV, Vai que cola e o mais recente Wébico, no qual foi apresentador.

Mesmo com todas essas aparições, é pelo stand-up que o comediante se tornou conhecido e até hoje se reinventa para levar ao público uma experiência única na comédia. Em Brasília, Fábio estreia seu novo espetáculo Tá Embaçado: “provavelmente é o show mais atual que já fiz. Falo algumas coisas sobre a política, principalmente a polarização crescente do país, mas também do meu cotidiano. Minha esposa, filha, até minha mãe. Com piadas que vão além da foto maquiada do Instagram, é mostrar a vida como ela é”, explica Fábio em entrevista ao Correio.

Com 17 anos de carreira, ele segue com muita vontade de subir aos palcos, tendo sempre aquela adrenalina típica de quem se apresenta para um grande público. “O que me motiva é viver daquilo que eu amo. Uma vez eu estava mal, assisti a uma comédia dos Parlapatões, grupo de comédia de São Paulo, e saí de lá renovado. Para mim é especial ver as pessoas felizes e mais leves depois que vão a um show”

A remuneração também é motivação, mas não é o foco do artista que é apaixonado mesmo em levar o público à gargalhada: “o dinheiro é maravilhoso, mas jamais entrei nessa por isso. Eu ganhava cinco reais por show no começo apenas pela adrenalina de entrar em cena, falando diante de uma plateia”

Para quem está desde o início no estilo, é perceptível a evolução e o status que o stand-up conquistou com o tempo. Hoje essa forma de fazer humor é muito mais respeitada e conhecida no Brasil. “Sem dúvidas evoluímos muito. Antes eu entrava em cena e explicava o que é o stand-up comedy. Agora todos já sabem. A gente também se apresentava em cada situação que era embaçado. Ao lado de um coqueiro, na grama...agora sabem que precisamos de um palco, microfone e de preferência não depois de uma banda”, relata o humorista.


Serviço

Tá embaçado
Museu Nacional da República (Setor Cultural Sul, lt. 2). Domingo, às 20h e 22h. Show de stand-up comedy. Ingressos a R$ 50 (meia), R$ 60 (solidário) e R$ 100 (inteira), disponíveis no site: www.tudus.com.br. Classificação indicativa livre.
 
*Estagiário sob supervisão de Igor Silveira 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

BARES E RESTAURANTES