Brasília-DF,
15/DEZ/2017

Chapada dos Veadeiros oferece opções para quem quer curtir o carnaval

Entre as atrações, o vocalista da banda Ponto de Equilíbrio, Hélio Benter, que faz show do seu projeto solo com Dubatak

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Gabriela Caldas - Especial para o Correio Publicação:28/02/2014 06:00Atualização:28/02/2014 09:04
A Chapada dos Veadeiros e as cachoeiras que podem revigorar o folião (Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
A Chapada dos Veadeiros e as cachoeiras que podem revigorar o folião

Quem quer fugir de Brasília para aproveitar o carnaval pode encontrar tranquilidade e opções culturais a pouco mais de 220km. A Chapada dos Veadeiros oferece, além das belas cachoeiras do Parque Nacional, uma programação variada para o feriadão.

No povoado de São Jorge, a 35km de Alto Paraíso, a Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge será palco do Carnaval Alternativo da Chapada dos Veadeiros. A festa acontecerá de amanhã a terça-feira, com apresentações de músicos de várias regiões do país.

Na programação, shows de diferentes estilos musicais,indo do reggae ao forró. Entre as atrações, o vocalista da banda Ponto de Equilíbrio, Hélio Benter, que faz show do seu projeto solo com Dubatak. Além disso, atrações locais como o Rasta Family e Jacareggae animam as noites do povoado.

Para os interessados em curtir um roteiro gastronômico diferente, o Dharmaval oferece opções vegetarianas e não alcoólicas. O festival será na pousada Portal da Chapada entre hoje e quarta-feira de cinzas e reúne atrações musicais, perfomances de videoarte e apresentações circenses. O cardápio fica por conta da chef Ana Caminha. São receitas como estrogonofe de funghi, bifum oriental e escondidinho de cogumelos.

No sábado (1º/3), o Sarau Psicodélico é opção para os amantes da poesia. O projeto itinerante, que está pela segunda vez na Chapada dos Veadeiros, traz apresentações de músicos locais, poesia e debates sobre o planeta. “O nome do projeto é Chapada dos Cristais, nós queremos dar ênfase nas questões ambientais”, explica Cida Carvalho, idealizadora do sarau.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.