Brasília-DF,
24/NOV/2017

No primeiro trabalho nos EUA, Chan-wook perde muito com diferenças culturais

Segredos de sangue é o primeiro filme do sul-coreano nos EUA. Aprisionado pelo controle da indústria hollywoodiana, ele parece um autor bem menos vingativo

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Yale Gontijo Publicação:14/06/2013 06:00Atualização:15/06/2013 11:53
Nicole Kidman e Mia Wasikowska  estrelam o longa ao lado de Matthew Goode (Divulgação)
Nicole Kidman e Mia Wasikowska estrelam o longa ao lado de Matthew Goode

Segredos de sangue é o primeiro filme do diretor sul-coreano Chan-wook Park feito nos Estados Unidos. Na explosão do cinema da Coreia do Sul durante os anos 2000, Park era um dos cineastas revelados pela experimentação em tramas de violência plástica. Lidando com temas tão antigos como a tragédia grega, a trilogia da vingança desenvolvida pelo diretor (veja quadro) apresentava um tipo de cinema (criado à sombra de Quentin Tarantino) potente o suficiente para ser notado mundialmente.

Saiba mais...
As características do cineasta foram embutidas no roteiro autorreferente de Segredos de sangue, guiado pelas sensações da adolescente India Stoker (Mia Wasikowska, de Alice no país das maravilhas). No dia em que India perde o pai em acidente de carro, a casa da família é invadida pela presença do tio Charlie (Matthew Goode), que passa a influenciar o cotidiano da garota e o da jovem viúva do irmão, Evelyn Stoker (Nicole Kidman). Vamos dizer que Charlie seja um vampiro, um sanguessuga sentimental se alimentando da beleza feminina, num pseudofilme de terror. No primeiro trabalho estadunidense do cineasta, as diferenças culturais dão sinais de perda significativa para o artista Chan-wook. Aprisionado pelo controle da indústria hollywoodiana, parece um autor bem menos vingativo.

Confira o trailer do filme

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES