Brasília-DF,
19/AGO/2017

Carismático e excêntrico, Johnny Depp chama a atenção com novo personagem

Desta vez, porém, o carisma do intérprete não salvou o western O cavaleiro solitário, uma das piores bilheterias do verão americano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:19/07/2013 06:01Atualização:19/07/2013 09:45
Depp caracterizado de Tonto em O cavaleiro solitário: obcecado por papéis elaborados (Disney/Buena Vista)
Depp caracterizado de Tonto em O cavaleiro solitário: obcecado por papéis elaborados

Durante o lançamento do novo filme estrelado por Johnny Depp, o produtor Jerry Bruckheimer contou como a equipe chegou à caracterização do índio comanche Tonto. “Eu o convidei para o papel e não sabia a resposta. Dois meses depois, ele me mostrou uma fotografia. Perguntei: ‘Quem é esse?’. E ele me respondeu: ‘Sou eu, vestido como Tonto’”. É mais uma das anedotas sobre Depp, o ator obcecado por caracterizações elaboradas e um dos sujeitos mais simpáticos de Hollywood (é o que dizem).

Desta vez, porém, o carisma do intérprete não salvou o western O cavaleiro solitário, uma das piores bilheterias do verão americano. No faroeste de aventura, Depp faz o que melhor sabe fazer: representar sensações e sentimentos mesmo debaixo de quilos de maquiagem. Para obter o resultado ideal, o ator se envolve diretamente no trabalho de maquiadores e diretores de arte, realizando pesquisas e entrecruzando referências. Dizem que parte do visual do Chapeleiro Maluco (Alice no país das maravilhas) foi inspirado na cantora Madonna (os dentes separados da frente são a maior pista) e o excêntrico Willy Wonka (A fantástica fábrica de chocolate) teria sido inspirado em Michael Jackson.

A carreira do ator de 50 anos começou no papel do policial Tom Hanson, no seriado televisivo Anjos da lei (ele faz participação no filme de comédia lançado nos cinemas no ano passado). Depp era um ídolo adolescente, o galã a protagonizar os sonhos românticos de qualquer garota nos anos 1980. Mas havia algo mais em John Christopher Depp II, ator e guitarrista, nascido em uma família de classe média do Kentucky. Ele poderia viver com o estereótipo de homem bonito, mas preferiu reforçar o lado excêntrico, personificando as figuras de sujeitos deslocados, inadequados ou melancólicos. Os tipos outsiders começaram com a química entre Depp e o diretor esquisitão Tim Burton na comédia gótica Edward, mãos de tesoura (1990) e atravessou duas décadas.

A família aumentou desde o casamento na vida real entre Tim Burton e a atriz Helena Bohan-Carter. A dupla passou a ser uma tríade com trabalho conjunto em cinco filmes. Entre eles, Burton-Depp-Bohan-Carter aceitaram fazer a releitura do clássico Alice no país das maravilhas (recentemente, o ator confirmou participação na continuação do filme inspirado na obra de Lewis Carrol). Curiosamente, em O cavaleiro solitário, Helena e Johnny contracenam sob a direção de Gore Verbinski , o diretor da franquia bilionária Piratas do Caribe. A série de filme em que talvez Depp tenha criado seu personagem mais emblemático, o capitão Jack Sparrow.

Confira o trailer

    • 19/07/2013
    • Cinema - Confira os principais personagens de Johnny Depp
descrição

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES