Brasília-DF,
22/JUN/2017

Flores raras retrata linhas tortas do amor de Elizabeth Bishop e Lota de Macedo

Com transparente sensibilidade, o cineasta Bruno Barreto une serenidade e fragilidade, no registro do amor entre dois expoentes das artes

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:16/08/2013 06:00Atualização:15/08/2013 17:28
Glória Pires (D) e Miranda Otto vivem romance em Flores Raras (Imagem Filmes/Divulgação)
Glória Pires (D) e Miranda Otto vivem romance em Flores Raras
Na clássica relação entre orquídeas e árvores, de inquilinismo — com prejuízo dos vegetais que se anulam, favorecendo as flores —, uma cadeia de vida liquida a outra. Extraordinárias, as Flores raras cultivadas no título ao 19º longa-metragem de Bruno Barreto — duas admiráveis mulheres — cravam uma relação de dependência, sim, mas voltada ao mutualismo: lado a lado, ambas se beneficiam de um crescimento. Acuada, entre sustos da contagiante descoberta do Brasil, a poeta Elizabeth Bishop (Miranda Otto, excelente) arrisca a constrita existência, bem como a alva e sedosa pele, em busca de uma "cura geográfica" (saída dos Estados Unidos), como detecta o conselheiro da moça de louça, Robert Lowell (Treat Williams).

"O Brasil não é para principiantes", referenda Tom Jobim, praticamente antecipando o caminho de Bishop. Na defensiva, ela baixa a guarda, mas, muito aos poucos, depois de reencontrar a ex-colega de estudos Mary (Tracy Middendorf). Da descontração ao descontrole, quem mexe com a futura ganhadora do prêmio Pulitzer é a autoritária urbanista, partidária da arquitetura modernista, Lota de Macedo Soares (Glória Pires, numa participação cativante). Empreendedora e decidida, Lota quebra protocolos sociais, desbancado o comedimento de Bishop, apegada a perfeições na métrica poética e na peso das frases, no caso da prosa.

Com pano de fundo político um tanto quanto borrado, Flores raras vem sedimentado num roteiro (do inglês Matthew Chapman e de Carolina Kotscho) bem casado com a delicadeza da direção de arte de José Joaquim Salles ou com a elegância da trilha sonora.

Veja o trailer de Flores Raras
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES