Brasília-DF,
18/DEZ/2017

Filme mistura melancolia e humor sob o olhar de Gustavo Galvão

Nove crônicas para um coração aos berros traz Simone Spoladore como a prostituta Simone

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Yale Gontijo Publicação:04/10/2013 06:06Atualização:04/10/2013 08:47

 (Fred Chalub/Divulgação)

As paredes descascadas — quase sempre riscadas — estão presentes em 100% da projeção de Nove crônicas para um coração aos berros e funcionam como protagonistas deste filme brasiliense, filmado em São Paulo sob a direção de Gustavo Galvão. A câmera estática no registro fotográfico de André Carvalheira capta os movimentos de atores. Os personagens das nove histórias episódicas são adições de manchas naquelas paredes encardidas.

A prostituta Simone (Simone Spoladore); o agente imobiliário Leopoldo (Leonardo Medeiros); o alemão Philipp (Felipe Kannenberg); os atores brasilienses Larissa Salgado (uma mulher delicada, brutalizada pela mera convivência com o parceiro insensível) e o roqueiro Vinícius Ferreira. No cômputo geral, os seres do script assinado por Galvão em parceria com a roteirista Cristiane Oliveira são superfícies duras como pedra de esmeril. Por isso mesmo, impenetráveis.

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES