Brasília-DF,
18/OUT/2017

Em meio ao debate sobre biografias, Sobral Pinto recebe homenagem nos cinemas

Heráclito Fontoura Sobral Pinto, o inflamado defensor das Diretas Já!, chega sob o que poderia ser um acautelado olhar complacente da neta, Paula Fiuza

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:01/11/2013 06:01
Sobral Pinto em cena do documentário: jurista é representado pela neta sem condescendência (Espaço Z/Divulgação)
Sobral Pinto em cena do documentário: jurista é representado pela neta sem condescendência

No desmensurado embate entre fatos, biógrafos e acuados (ou oportunistas) biografados, é significativo que exatamente um jurista, morto em 1991, venha a público dar sua contribuição ao debate. Heráclito Fontoura Sobral Pinto, o inflamado defensor das Diretas Já!, chega sob o que poderia ser um acautelado olhar complacente da neta, a diretora Paula Fiuza.

Longe de desrespeitar o parente, em Sobral — O homem que não tinha preço, ela abraça certo caráter de anedotas, num artifício que só vem a somar as qualidades humanas do avô. “Eu só sabia que ele era um grande brasileiro” é a frase que sai da boca do povo — no caso, de um camelô que sempre viu Sobral Pinto a distância, na rua.


Intransigente, mas compreensivo, Sobral “não era um androide da justiça”, como alguém lembra. Capaz de trair o leito conjugal, ele ficou mais humano, até aos olhos de uma das filhas que comparece na fita. Já o contemporâneo Zuenir Ventura recorda que o amigo “não era movido por remuneração”. Na ação do ideário de Sobral, pesa a contrariedade ao comunismo na mesma medida das denúncias, em pleno 1976, relacionadas a agressões a presos do período da ditadura.

Vozes importantes no documentário são as do tropicalista Rogério Duarte (protagonista de uma quase ressurreição orquestrada pelo jurista) e de Millôr Fernandes (que detecta lacunas éticas e legais com a morte de Sobral), além de Luís Carlos Prestes e, inusitadamente, do sambista João Nogueira (defensor da entusiasmada Vovô Sobral). Em tempos modernos, uma voz de enaltecimento do peso do direito, frente à violência e ao uso de forças que, igualmente, persistem.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES