Brasília-DF,
22/JUN/2017

O mordomo da Casa Branca mistura boa história com necessário tom político

O longa foi bem recebido pela crítica americana, que elogiou o tom que Whitaker deu ao personagem, além da boa contextualização política

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:01/11/2013 06:07
Forest Whitaker, em mais uma atuação elogiada: visão privilegiada das transformações nos Estados Unidos (Diamon Films/Divulgação)
Forest Whitaker, em mais uma atuação elogiada: visão privilegiada das transformações nos Estados Unidos

O mordomo da Casa Branca estreia sob grande expectativa. É o terceiro longa de Lee Daniels, que teve como primeiro filme o emocionante Preciosa (2009). O diretor mistura uma boa história com necessário tom político na história real do mordomo que serviu na Casa Branca durante o mandato de oito presidentes consecutivos. Por meio do drama familiar, são retratadas as lutas dos negros por direitos civis na segunda metade do século 20.

O mordomo Eugene Allen ganhou o nome de Cecil Gaines, vivido pelo premiado Forest Whitaker. Enquanto está na Casa Branca e ganha menos que seus colegas brancos, seu filho mais velho, Louis, se envolve na luta pelos direitos civis e convive com líderes do calibre de Martin Luther King Jr.


Daniels surpreende na escalada pouco previsível do elenco, que tem de Mariah Carey (a mãe de Cecil) a Robin Williams (o presidente Dwight Eisenhower), passando por Oprah Winfrey (a esposa de Cecil) até John Cusack (o presidente Nixon). O longa foi bem recebido pela crítica americana, que elogiou o tom que Whitaker deu ao personagem, além da boa contextualização política sem muito dramalhão.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Ulisses Mesquita 07 de Novembro às 20:18

O filme vai muito além do cotidiano de um mordomo na Casa Branca, é na verdade um filme sobre a história recente dos conflitos raciais nos Estados Unidos, apresentando diversos fatos históricos e ressaltado a posição de diversos presidentes americanos sobre a questão, até Ronald Reagan, quando o mordomo protagonista pede demissão. Tem por fim a eleição de Obama. Vale a pena assistir, além de ser uma aula de história, o filme é muito bom.

[Denunciar]

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES