Brasília-DF,
22/AGO/2017

Empresas brasileiras se recusam a lançar Azul é a cor mais quente em blu-ray

De acordo com nota divulgada pela distribuidora nacional da obra, Imovision, a resistência se dá pelo conteúdo do filme; obra relata relação entre lésbicas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Diário de Pernambuco Publicação:25/02/2014 19:04Atualização:25/02/2014 19:12
O filme deve ser lançado apenas em DVD no Brasil (Imovision/Divulgação)
O filme deve ser lançado apenas em DVD no Brasil

A Imovision, distribuidora nacional do filme Azul é a cor mais quente, vem encontrando dificuldades para lançar a obra em blu-ray. Na página oficial da empresa no Facebook, uma postagem afirma que "as empresas brasileiras produtoras de blu-ray se negam a produzir o filme devido ao seu 'conteúdo".

A distribuidora ainda diz ter encontrado dificuldades também para replicar o filme em DVD, cujo o lançamento se aproxima. A Imovision tenta reverter a situação.


Leia a nota oficial da Imovision sobre o caso:

"Depois das dificuldades encontradas para a replicação do DVD do filme Azul é a cor mais quente, a Imovision procurou a empresa brasileira Sonopress, que replica seus títulos em Blu-ray, mas a mesma se recusou e ainda alegou que nenhuma outra empresa faria o serviço.

A Imovision então contatou a SONY DADC, que também se recusou a produzir o blu-ray do filme, por considerar o conteúdo inadequado devido às cenas de sexo, apesar do filme já ter sido classificado para maiores de 18 anos.

O filme, vencedor do Festival de Cannes, só poderá ser reproduzido em DVD até o momento. A Imovision, distribuidora do filme, lamenta o fato e busca alternativas para a replicação do filme em Blu-ray no âmbito nacional.”

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES