Brasília-DF,
18/DEZ/2017

Diretor homenageia mães solteiras em filme protagonizado só por mulheres

The single moms club é uma comédia dramática que se enquadra na tendência recente em Hollywood de fazer filmes exclusivamente protagonizados por mulheres

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
France Presse Publicação:14/03/2014 15:46Atualização:14/03/2014 16:06
Amy Smart lidera elenco só de mulheres (REUTERS/Mario Anzuoni)
Amy Smart lidera elenco só de mulheres

Los Angeles - O cineasta americano Tyler Perry decidiu homenagear as mães solteiras em The single moms club (ainda sem título em português), uma comédia dramática que se enquadra na tendência recente em Hollywood de fazer filmes exclusivamente protagonizados por mulheres. Três meses depois de sua comédia de sucesso A Madea's christmas, Perry - que estreia dois ou três filmes por ano - escolhe uma questão mais séria antes de tomar uma licença temporária do cinema.

"Durante os próximos dois anos, vou me concentrar exclusivamente na televisão. E quero terminar com algo que irá inspirar e incentivar muitas pessoas", declarou ele recentemente em uma coletiva de imprensa em Beverly Hills. The single moms club, que estreia nesta sexta-feira (14/3) nos Estados Unidos, reúne cinco mães solteiras de origens muito diferentes, cujo único ponto em comum é ter seus filhos na mesma escola.

Mas quando seus filhos são pegos fumando e pintando as paredes da escola com grafite, as mães precisam organizar um leilão beneficente para evitar a expulsão dos adolescentes. Como acontece em qualquer comédia de Hollywood para o público em geral, a experiência será "transformadora" e forçará as cinco "mãe-coragem" se conhecerem e respeitarem e, finalmente, ajudar umas as outras.


Perry, roteirista, diretor, produtor e intérprete em todos os seus filmes, escreveu o filme pensando em sua tia, que criou quatro filhos sozinha. "Nunca teve um dia de licença doença e nunca pediu nada a ninguém", relata. "Esta é a minha homenagem a ela e a todas as mães solteiras", disse. "Mas vamos ser claros, isso não é um filme do tipo 'Pobre de mim, meu Deus, eu sou uma mãe solteira!'. Este é um filme sobre as mulheres que fazem a coisa certa para os seus filhos, e vencem".

Mulheres protagonistas, sucesso de bilheteria

Nia Long é mais uma das estrelas do elenco (AFP PHOTO/Frederic J. BROWN)
Nia Long é mais uma das estrelas do elenco
Tyler Perry reuniu um elenco eclético, formado por Amy Smart, Nia Long, Cocoa Brown, Zulay Henao e Wendi McLendon-Covey. Esta última esteve no elenco de Missão madrinha de casamento, a comédia de Paul Feig que foi um sucesso de bilheteria nos Estados Unidos em 2012, deixando claro aos estúdios de Hollywood que os filmes estrelados por mulheres podem ser um negócio de centenas de milhões de dólares.

Vários exemplos de sucesso foram lançados desde então, da comédia As bem-armadas, com Sandra Bullock e Melissa McCarthy, à odisseia no espaço Gravidade, o filme de Woody Allen Blue Jasmine e ainda a saga de Jogos vorazes. The single moms club, embora mais modesto, e às vezes caricatural, certamente se encaixa nessa tendência. Seu diretor admitiu um carinho especial para com as personagens femininas.

"Eu amo escrever para as mulheres, porque elas não têm medo de ser vulneráveis, de rir e chorar. Sim, eu prefiro escrever para elas do que para os homens", disse. Perry, que construiu um verdadeiro império produzindo filmes e séries voltados para a comunidade negra nos Estados Unidos, estreou nos palcos, e é conhecido por criar a personagem Madea, uma avó desastrada que já resultou em vários filmes.

O cineasta, que produziu e dirigiu todos os seus filmes e séries de televisão em seu próprio estúdio em Atlanta (Geórgia, sudeste dos Estados Unidos), tem um acordo com a televisão de Oprah Winfrey, OWN, que fornece duas séries para garantir a rentabilidade da cadeia.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES