Brasília-DF,
26/JUL/2017

Baseado em trilogia de Veronica Roth, Divergente chega aos cinemas

O longa traz reflexões interessantes sobre o difícil processo de autodescoberta, transição e amadurecimento. Em momentos de ação, o filme não deixa a desejar

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Juliana Figueiredo Publicação:18/04/2014 06:01
Tris treina para poder fazer parte da facção Audácia (Paris Filmes/Divulgação)
Tris treina para poder fazer parte da facção Audácia

Divergente é baseado no primeiro livro da trilogia homônima de Veronica Roth, que vendeu mais de 16 milhões de cópias nos Estados Unidos. Ao completar 16 anos, Tris Prior (Shailene Woodley) precisa escolher entre uma das cinco facções em que a Chicago pós-apocalíptica foi dividida — Abnegação, Erudição, Amizade, Franqueza e Audácia.

Saiba mais...
O sonho de Tris é fazer parte dos audaciosos, mas ela enfrenta o dilema de escolher uma casa diferente da dos pais e do irmão, que pertencem a Abnegação. O teste ao qual é submetida, e que supostamente vai ajudá-la a tomar sua decisão, é inconclusivo: Tris é considerada uma Divergente, alguém que não se encaixa em apenas uma facção.


O que era para ser uma qualidade é abominado por essa sociedade do futuro, que vê a natureza humana como inimiga e quer que as pessoas sejam as mais previsíveis possível.

Divergente traz reflexões interessantes sobre o difícil processo de autodescoberta, de transição e de amadurecimento. Para quem prefere os momentos de ação, o filme não deixa a desejar. O treinamento de Tris é duro: caso não seja admitida na nova casa, ela se tornará uma sem-facção.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES