Brasília-DF,
24/JUL/2017

Sin City: A dama fatal dá continuação ao primeiro longa da franquia

Fãs comentam a expectativa de ver outra vez o universo de Frank Miller nas telonas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Alexandre de Paula - Especial para o Correio Publicação:26/09/2014 07:15Atualização:25/09/2014 13:46
A estética adotada no primeiro filme é mantida na sequência
 (Weinstein/Divulgao)
A estética adotada no primeiro filme é mantida na sequência

Sin City
está de volta. Depois de nove anos do primeiro longa-metragem inspirado nos quadrinhos de Frank Miller, a continuação da franquia, Sin City: A dama fatal, é uma das estreias deste fim de semana. Com direção de Robert Rodriguez e elenco consagrado, a produção mantém o estilo e a técnica do anterior.

Em preto e branco, o longa conta três histórias fechadas, levemente interligadas e baseadas nos quadrinhos e roteiros de Frank Miller. O enredo gira em torno de vingança e sedução. Um jogo de pôquer que acaba em desentendimentos e violência, uma mulher que quer vingar a morte do homem que a salvou e um personagem tentado pela dama que aparece em seus sonhos e pesadelos. São essas as três histórias unidas pelo espaço da cidade e pelo senador Roark (Powers Boothe).



Expectativa

A ansiedade dos brasileiros é grande para saber como a cidade do pecado voltará a aparecer nas telonas. Fã do primeiro filme, o ilustrador e publicitário Tiago Palma, que fez seu trabalho de conclusão de curso sobre a série, diz que a expectativa para o novo longa é muito boa.

Tiago Palma e Gabriel Gonçalves se renderam ao universo de Sin City (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)
Tiago Palma e Gabriel Gonçalves se renderam ao universo de Sin City

“Alguns críticos dizem que este segue a mesma linha do anterior, mas é isso o que esperamos”, defende. Assim como Tiago, a universitária Nina Maia conheceu Sin City pelos graphic novels do autor e também está ansiosa para assistir a A dama fatal. “É a chance de ver algo diferente e curtir a sua história de quadrinho favorita em live action”, comenta.

Já Caio Vidigal começou a ler os quadrinhos depois de ver o primeiro filme e espera que o novo longa reviva as sensações que teve com o primeiro: “Acredito que houve o mesmo cuidado em transmitir ao espectador a ideia de um mundo sombrio.”

Gabriel Gonçalves trabalha na Kingdom Comics, especializada em produtos ligados ao universo das HQs, e é fã de Sin City. “Com os anúncios do filme, todos os materiais que tínhamos na loja foram vendidos”, atesta.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES