Brasília-DF,
27/MAI/2017

Juventude em foco é tema em longa Amor à primeira briga

A obra de Thomas Cailley traz à tona a guerra entre os sexos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:03/04/2015 06:02
Adèle Haenel é destaque absoluto no longa dirigido e escrito por Thomas Cailley ( Imovision/Divulgação)
Adèle Haenel é destaque absoluto no longa dirigido e escrito por Thomas Cailley
"Ela é esquisita", define um dos personagens do primeiro filme de Thomas Cailley, enquanto fala da mais inesperada cara-metade do pacato Arnaud (Kévin Azaïs), Madeleine (Adèle Haenel). Jovem e introspectivo, Arnaud tem singelo projeto de vida: quer vender cabanas, em esquema pré-molde. Ao lado do irmão, leva uma vida do tipo "brincar com Lego". Em suma, ele quer vida, e ela, sobrevida.

Amor à primeira briga, numa mirada rápida, poderia indicar um embate entre sexos, mas o roteiro - assinado pelo próprio diretor - é mais esperto.

Inesperadamente, Thomas Cailley recorre ao retrato do fortuito primeiro amor. Os desacertos internos dos protagonistas, a princípio, completos estranhos, serão aparados, numa fase de isolamento, em meio à integração de ambos num regimento da pesada. A ideia de combate à rotina, de dificuldades do dia a dia e de desamparo dos jovens, está estampada em Amor à primeira briga.

Confira o trailer de Amor à primeira briga:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES