Brasília-DF,
25/JUL/2017

Estrada 47 traz astros lutando contra oponentes naturais numa congelante Bélgica

Van Johnson e James Whitmore estrelam o longa, que chegou aos cinemas nesta semana

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:08/05/2015 06:02
A produção caprichada rendeu vários prêmios à equipe de A estrada 47
 (Europa Filmes/CB/D.A Press)
A produção caprichada rendeu vários prêmios à equipe de A estrada 47
Entre os filmes assinados por William A. Wellman, O preço da glória (1949) é uma espécie de divisor de águas. Nele, poderosos astros como Van Johnson e James Whitmore lutam contra oponentes naturais numa congelante Bélgica.

Saiba mais...
Nessa mesma linhagem, atua o diretor do premiado A estrada 47, Vicente Ferraz, equilibrado, numa coprodução que integrou Portugal, Itália e Brasil. Considerado o melhor filme no Festival de Gramado e no Cine Ceará, o longa aposta num caráter episódico, ao destrinchar a vida dos componentes do grupo de pracinhas da Segunda Guerra, mais precisamente na Itália que acolheu, aos milhares, os agentes da Força Expedicionária Brasileira.

Com produção impecável - e destaque forte para a direção de fotografia de Carlos Arango de Montis -, A estrada 47 conquistou troféus no segmento técnico, por som, edição e direção de arte em alguns festivais.

Orquestrando uma trama que traz, entre outros temas, deserção, solenidade e solidariedade, Ferraz soma mais uma fita robusta para a filmografia seleta que contempla o cult Soy Cuba, o mamute siberiano.

Não é sempre que se encontra elenco tão afiado formado, entre outros, por Ivo Canelas (um soturno correspondente de guerra), Francisco Gaspar (o divertido Piauí) e Thogun Teixeira (Laurindo, um bonachão).

Confira o trailer de Estrada 47:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES