Brasília-DF,
25/JUL/2017

Longa Homem-formiga chega às telonas nesta semana; confira a crítica

Com piadas forçadas e trama pouco original, o filme não traz nada de novo ao universo Marvel

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Anna Beatriz Lisbôa - Especial para o Correio Publicação:17/07/2015 06:03
Os cenários escolhidos para as batalhas são pontos positivos do longa (Film Frame/Disney)
Os cenários escolhidos para as batalhas são pontos positivos do longa
A longa e atribulada produção de Homem-formiga pouco transparece no resultado do filme. A máquina Marvel não demorou em substituir o diretor Edgar Wright (Scott Pilgrim contra o mundo), que passou 9 anos à frente do projeto, até abandoná-lo em 2014, por Peyton Reed (Sim, senhor), sem alterar o cronograma de lançamento do filme.

Resquícios do roteiro original de Wright ainda podem ser identificados no longa-metragem, em especial no humor verborrágico de Luis (Michael Peña) e na excentricidade das cenas de luta - aproveitando a premissa do herói em miniatura, que permite levar a batalha a cenários engenhosos como o quarto de uma menina.

No entanto, o humor convencional de Reed - de comédias românticas inócuas como Separados pelo casamento e Abaixo o amor - prevalece. Mais acostumado à comédia transgressora da trupe de Judd Apatow (Ligeiramente grávidos e O virgem de 40 anos) e de Will Ferrell (O âncora: A lenda de Ron Burgundy), Paul Rudd tem dificuldades em dizer as piadas ingênuas do roteiro de maneira natural.

A Marvel perdeu a oportunidade de contar a história de um herói inusitado de maneira diferente, apostando na fórmula que vem dando certo desde que Homem de ferro foi lançado em 2008: produção cara, um vilão mau ao ponto de passar o tempo transformando carneirinhos em geleia, uma personagem feminina que não é mais do que um clichê freudiano e a dinâmica de ação misturada a piadinhas questionáveis. Os parceiros de crime de Scott Lang (Paul Rudd) - um mexicano (Peña), um russo (David Dastmalchian) e um negro (T.I.) - são encarregados dos alívios cômicos, que, em sua maioria, recaem em estereótipos raciais, em estilo pouco sutil que lembra o de Michael Bay.

 

Confira o trailer de Homem-formiga:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES