Brasília-DF,
27/MAI/2017

Uma nova amiga traz viúvo, que aos poucos, se transforma em travesti

A obra é protagonizada por Romain Duris

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:17/07/2015 06:04
Romain Duris deixa imagem de galã para trás ao se vestir de mulher
 ( Imovision Filmes/Divulgação)
Romain Duris deixa imagem de galã para trás ao se vestir de mulher
Há um enorme obstáculo a ser superado no mais recente filme de François Ozon, e não se trata da quebra de tabus. A permanente inquietação sexual imantada no protagonista feito por Romain Duris destrói a credibilidade do enredo.

Saiba mais...
Astro de filmes como De tanto bater meu coração parou e de longas em que se afirmou como galã, fica difícil acreditar nele, quando abraça o personagem viúvo David, pouco a pouco, dado a se travestir.

A complexidade de núcleos familiares já foi muito elaborada por Ozon, em O refúgio e mesmo no recente Jovem e bela. Agora, com Uma nova amiga, o diretor avança tantos sinais para falar de David e da condição de “pãe”, a ponto de se atrapalhar.

A sólida amizade mantida entre David e Claire (Anaïs Demoustier) é tão descabida que se aproxima do cinema sobrenatural em que já Ozon já apostou. A ousadia do passado acolheu até um bebê alado, em cena de Rick. Mas, lá, havia coerência com a trama. No filme atual, tudo parece calculado para chocar.

Afirmado no drama, o filme tem momentos de estranhamento e de pontuação grotesca. Há muitos elementos postos debaixo do tapete de David - o que fragiliza bastante o roteiro. Dores antigas do protagonista são falseadas, pela inconstância nas emoções do viúvo. Quem brilha no filme é Anaïs Demoustier, à frente da empática Claire, um tanto tolhida pelo marido.

Confira o trailer de Uma nova amiga:

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES