Brasília-DF,
24/JUL/2017

O terror Sobrenatural: a origem chega hoje aos cinemas

O filme é o terceiro capítulo da franquia iniciada no cinema há quatro anos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:31/07/2015 07:38Atualização:30/07/2015 17:10
 (Matt Kennedy/Divulgação)


Leigh whannell, coautor do fenômeno Sobrenatural, iniciado no cinema há quatro anos, pode até ser figurante de luxo na franquia. O que importa, porém, é que ele viu o projeto — que agora chega ao terceiro capítulo — render cem vezes o investimento (no caso do primeiro filme) e 80 vezes (no filme de 2013). Em termos numéricos, tudo vai bem. Na trama, nem tanto.

Tendo por escudo o uso da mesma produtora que criou longas como Ouijà — O jogo dos espíritos e Atividade paranormal, Sobrenatural:A origem ganha a simpatia dos aficionados por terror. Mas não há como fazer vistas grossas: o roteiro é repeteco de muito que já foi visto e pairam no ar elementos cômicos, mesmo quando não foram previstos na trama.

Com direito a van usada como suporte ao combate de fantasmas, algo digno de Scooby-Doo e Caça-fantasmas, a dupla Tucker e Specs reforça a atuação da médium Elise, feita pela qualificada atriz Lin Shaye, do clássico Hester Street. O filme tem o apelo do gênero, com um adendo interessante: a ideia da fragilidade física da personagem central, massacrada por demônio. No mais, é gente deformada se arrastando e soltando fluidos por todo lado.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES