Brasília-DF,
26/MAI/2017

Longa de diretor brasiliense tem trupe de artistas em busca do estrelato

Dirigido por André Moraes, filme conta com Ana Carolina Machado, Bruno Torres, Deborah Secco, Julio Andrade e Lucio Mauro Filho no elenco

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Anna Beatriz Lisbôa - Especial para o Correio Publicação:04/09/2015 06:00Atualização:03/09/2015 18:44
Energia do elenco compensa falhas de roteiro (Urca Filmes/Divulgação
)
Energia do elenco compensa falhas de roteiro
Entrando numa roubada marca a estreia do diretor brasiliense André Moraes em longas-metragens. Autorreferencial, o filme faz uma colagem de gêneros como road movie, comédia, ação, aventura, filme de assalto e vingança para contar a história de uma trupe de artistas de cinema falidos, que busca o caminho de volta ao estrelato. No entanto, o desejo de sucesso logo se transforma em vontade de vingança, quando descobrem que foram trapaceados pelo produtor do filme, convertido em um pastor ganancioso (Marcos Veras).
 
Com Ana Carolina Machado, Bruno Torres, Deborah Secco, Julio Andrade e Lucio Mauro Filho, o filme também conta com uma participação especial de José Mojica Marins, cujo personagem clássico, Zé do Caixão, foi militante do cinema de gênero no Brasil.
 
A presença dele é simbólica porque é justamente a divertida mistura de gêneros e referências cinematográficas — em especial do universo de Quentin Tarantino e Robert Rodriguez —, além da energia do elenco, que fazem funcionar as inesperadas guinadas do filme. O roteiro, no entanto, carece de base para conectar as arestas soltas pelo caminho.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES