Brasília-DF,
21/NOV/2017

Dado como morto, cientista fica preso no planeta vermelho em "Perdido em Marte"

A nova ficção científica de Ridley Scott acompanha a luta do botânico Mark Watney pela sobrevivência em solo marciano

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:02/10/2015 07:00Atualização:01/10/2015 18:31

 Um ano depois de Interestelar, Matt Damon volta a ficar à deriva no espaço, em Perdido em Marte ( Crédito: 20th Century Fox/ Divulgação)
Um ano depois de Interestelar, Matt Damon volta a ficar à deriva no espaço, em Perdido em Marte

Coincidentemente, Marte está em alta não somente nas discussões científicas, mas também nas rodas de conversa sobre cinema. Perdido em Marte traz os astros Matt Damon e Jessica Chastain sob a direção do experiente e badalado Ridley Scott (Êxodo – Deuses e reis e Gladiador).

 

 

Espécie de náufrago interplanetário, o botânico Mark Watney faz parte da tripulação chefiada por Melissa Lewis (Jessica Chastain), que vai investigar a existência de sinais de vida no Planeta Vermelho — uma curiosidade é que as cenas foram rodadas na Jordânia, onde o deserto tem areias avermelhadas. Eles são surpreendidos por uma tempestade que lança Mark longe. Os companheiros dão o rapaz como morto e voltam à Terra, deixando ele sozinho por lá com poucos suprimentos.

 

Baseado em livro homônimo assinado por Andy Weir, o filme mostra os longos quatro anos que separam o acidente do envio de socorro. Nesse tempo, Mark tem que se virar. E vale tudo, até tentar plantar a própria comida. Será que o solo marciano da ficção é fértil?

 

O público acaba sendo tratado por Scott como um personagem, pois Mark se volta à tela quando se dirige às câmeras espalhadas naquele planeta para a expedição.

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES