Brasília-DF,
23/JUN/2017

'13 horas: Os soldados secretos de Benghazi' retrata missão americana na Líbia

Longa de Michal Bay aposta cenas de ação, suspense e efeitos especiais de ponta

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:19/02/2016 06:30
Filme americano é baseado em história real (Reprodução/Internet)
Filme americano é baseado em história real

Treze soldados americanos em missão na Líbia têm que defender o embaixador dos EUA de um possível atentado terrorista durante visita ao país em pleno aniversário dos ataques de 11 de setembro. A história real serviu de base para o roteiro de 13 horas: Os soldados secretos de Benghazi, filme assinado por Michael Bay.
 
 
O longa se divide em duas frentes. Na primeira estão as cenas de ação e suspense, que vão da preparação dos soldados à invasão da embaixada. A segunda é mais intimista e foca nos sentimentos dos homens que defendem os EUA deixando família e amigos para trás.

TEMPO DEMAIS
A primeira versão do roteiro de 13 horas: Os soldados secretos de Benghazi previa um filme de 240 minutos. A fita seria estrelada por Mark Wahlberg. Com a desistência do astro, o tempo foi reduzido para “apenas” 143 minutos.
 
Confira as sessões de 13 horas: Os soldados secretos de Benghazi aqui.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES