Brasília-DF,
26/JUN/2017

Filme 'Marguerite' conta história de cantora iludida

Longa de Xavier Giannoli disputou o prêmio César em 11 categorias

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:24/06/2016 06:35Atualização:23/06/2016 17:58
Cantora Marguerite se afasta da realidade por causa de mimos de falsas amizades
Cantora Marguerite se afasta da realidade por causa de mimos de falsas amizades


Na trama do mais recente filme de Xavier Giannoli, a rica baronesa do título parece testar a máxima “dinheiro traz felicidade?”. O enredo expõe a “brutalmente desafinada” Marguerite que, aspirante a artista, quando canta, segundo más-línguas, “exorciza um demônio interior”.
 
Tendo disputado o prêmio César em 11 categorias, o filme foi consagrado em quesitos técnicos pela reconstituição dos anos de 1920 e ainda repercutiu, pelo prêmio de melhor atriz reservado a Catherine Frot (Os sabores do palácio).
 
Cercada de gente aproveitadora, autocomplacente e um tanto isolada, Marguerite é paparicada, a ponto de se afastar da realidade.
 
 
 
Com distanciamento, o diretor Xavier Giannoli aposta num filme hilariante, mas apenas no princípio. Mitômana e patética, Marguerite implode o próprio destino, ao viver a ilusão de alcançar um show dela idealizado para a Ópera Nacional de Paris.
 
Nessa nova empreitada, tem parte do roteiro convencional amenizado pelo gritante brilho de Catherine Frot.

Também se destacam no elenco o pretenso professor de canto Atos Pezzini (Michel Fau) e o mordomo Madelbous (Denis Mpunga), um aplicado mordomo.
 
Para conferir as sessões de Margueriteclique aqui.  



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES