Brasília-DF,
18/NOV/2017

'Festa da salsicha' discute a sociedade com humor escrachado

Animação para adultos cutuca feridas sociais trazendo alimentos como personagens

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:07/10/2016 07:00Atualização:06/10/2016 17:51
Os alimentos não sabem o que os esperam fora do supermercado em 'Festa da salsicha' (Divulgação)
Os alimentos não sabem o que os esperam fora do supermercado em 'Festa da salsicha'
 
Chegou a vez dos alimentos ganharem vida em Festa da salsicha. Eles vivem no supermercado e sonham ir para casa com os humanos. O motivo? Eles acreditam que as pessoas são deuses e vão levá-los para o paraíso que fica fora das portas automáticas.

Mas quando um grupo de alimentos consegue sair do mercado, eles vão descobrir que as coisas não são bem como imaginam. Ao se depararem com a realidade de que serão descascados, cortados e mastigados, uma salsicha decide avisar os colegas do supermercado sobre o risco que correm.
 
Confira aqui as sessões
 
A animação feita para adultos tem censura alta (16 anos) e necessária. O longa carrega um humor escrachado, que não poupa piadas de gosto duvidoso e cutuca as feridas em todas as instâncias sociais, falando de conflitos étnicos, política, sexo, drogas e religião.
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES