Brasília-DF,
25/ABR/2017

'Kóblic' traz a ditadura argentina de volta às telonas

Longa de Sebastián Borensztein apresenta Ricardo Darín como protagonista

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:14/10/2016 06:45
Ricardo Darín vive o ex-capitão das Forças Armadas em 'Kóblic' (Reprodução/Internet)
Ricardo Darín vive o ex-capitão das Forças Armadas em 'Kóblic'

A ditadura argentina vira e mexe ganha as telonas pelas mãos dos diretores do país vizinho, como em Kamchatka (2002), Crônica de uma fuga (2005) e Infância clandestina (2011). A temática volta ao centro das atenções em Kóblic, coprodução entre Argentina e Espanha dirigida por Sebastián Borensztein.

Confira as sessões do filme.

Astro argentino mais popular por aqui, Ricardo Darín vive o protagonista, que também dá nome ao filme ambientado na década de 1970. O ex-capitão das Forças Armadas é designado para comandar os atentados conhecidos como voos da morte. A prática consistia em prender os subversivos num avião alçado ao mar.
 
Contrariado com o que classifica de “assassinato”, Kóblic se nega a abrir a porta do avião. Ele é atormentado pela imagem de três pessoas sendo arremessadas nas águas do Rio da Prata. Depois de se desligar do exército, Kóblic vai para a pequena cidade de Colonia Elena, onde passa a viver numa propriedade rural livre da perseguição militar.
 

 
Em entrevista à imprensa internacional, o diretor definiu o protagonista como “um homem que entra em contradição por causa do horror do qual pretende escapar”.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES