Brasília-DF,
30/ABR/2017

Michael Grandage estreia como diretor em 'O mestre dos gênios'

Linguagem teatral é bastante presente no longa

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:21/10/2016 07:00Atualização:21/10/2016 10:50
A relação inicialmente difícil entre Max Perkins e Thomas Wolfe se transforma numa grande amizade
 (Reprodução/Internet)
A relação inicialmente difícil entre Max Perkins e Thomas Wolfe se transforma numa grande amizade
 
Logo na estreia como diretor de cinema, Michael Grandage (mais conhecido pela atuação em telefilmes e seriados ou pela direção teatral) conta com colegas de peso no elenco de O mestre dos gênios. Os protagonistas do longa são “apenas” Nicole Kidman, Colin Firth, Jude Law e Laura Linney.
 
No filme, Grandage aposta num filão que costuma dar certo em Hollywood: as cinebiografias. Desta vez o retratado é Max Perkins, editor que descobriu talentos como F. Scott Fitzgerald, Ernest Hemingway e Thomas Wolfe.
 
Confira aqui as sessões.
 
A tarefa de dar vida a Perkins cabe a Colin Firth, muito elogiado pela crítica internacional. Jude Law vive Thomas Wolfe, um dos escritores com quem Perkins tinha a relação mais conturbada. 
 
É explorando a descoberta de Wolfe, ainda como um inseguro escritor, que Grandage vai desenvolvendo o roteiro, que faz um recorte da vida e da obra de Perkins.
 
O relacionamento dos dois escritores passa a ser mais próximo com o passar do tempo — Perkins vê em Wolfe o filho que nunca teve, já que ele era pai de cinco meninas.
 
 
 
Com tantos personagens masculinos fortes, fica com Nicole Kidman a mulher mais evidente da trama, Aline Bernstein — figurinista teatral, integrante da alta sociedade e amante de Wolfe. Aliás, o teatro é bastante presente em O mestre dos gênios —  na linguagem usada por Grandage (trazida da experiência) e com cenário de importantes cenas.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES