Brasília-DF,
25/ABR/2017

'Trolls' traz protagonista feminina e resgata bonecos famosos nas décadas de 1960 e 1970

Com Justin Timberlake na direção musical e dublagem, o longa de animação promete agradar crianças e adultos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:28/10/2016 06:29

Justin timberlake na direção musical. Cyndi Lauper, Lionel Richie e Gorillaz no repertório. Poderia ser um grande festival de música, mas é Trolls, novo longa da Dreamworks. A nostalgia não está apenas na trilha sonora, os trolls eram bonecos bastante populares nos anos 1960 e 1970.
 
Além de produzir a trilha, Timberlake dubla o protagonista Ramo. Ao lado de Poppy (Anna Kendrick), ele embarca numa viagem interior. Antes inimigos, os dois descobrem nessa jornada que têm muito em comum.
 
Veja as sessões deste filme em 2D e 3D
 
Ramo é o líder dos trolls, criaturas coloridas e animadas que cantam e dançam o tempo inteiro. Além disso, passam o dia inteiro à espera da chamada “hora do abraço”. Já os Bergens, tribo de ogros de cores pastéis verde e roxo,  a missão de cada um é devorar os trolls para tentar absorver parte da alegria deles.
 
Troll relembra a atmosfera das décadas de 1960 e 1970 (DreamWorks/Divulgação)
Troll relembra a atmosfera das décadas de 1960 e 1970
 
 
Poppy é a princesa dos trolls, mas discorda de Ramo porque ele vive dizendo que os bergens o encontrariam no esconderijo na floresta por causa das festas. O dia que isso acontece, eles sequestram alguns amigos de Poppy, e Ramo acaba ajudando no resgate deles.

Apesar de Trolls ser uma animação, o longa deve agradar a adultos também. Primeiro pela nostalgia, depois por piadas que somente eles entenderão.
Empoderamento

Trolls é o terceiro filme da Dreamworks a ter uma protagonista feminina. Os outros foram Monstros vs Aliens (2009) e A fuga das galinhas (2000).


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES