Brasília-DF,
24/JAN/2017

Longa italiano 'Belos sonhos' discute família e religião

Com direção de Marco Bellochio, o filme traz Valerio Mastandrea no papel principal

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:23/12/2016 06:51
Belos sonhos chega ao cinema vindo de autobiografia homônima (Reproduo da Internet)
Belos sonhos chega ao cinema vindo de autobiografia homônima
 
O romace autobiográfico Belos sonhos, de Massimo Gramellini, é uma das estreias desta semana no circuito da cidade. Assinado pelo italiano Marco Bellochio, o longa traz Valerio Mastandrea na pele do jornalista.
 
Veja as sessões aqui
 
A ação de Belos sonhos começa com a morte da mãe de Massimo, quando ele tinha apenas 9 anos de idade. Com uma rápida passagem pela relação conflituosa de Massimo com o pai, a película dá um salto para os dias de hoje.
 
Agora, Massimo já é um renomado jornalista na Itália. Como o pai dele está casado novamente, fica com ele a tarefa de vender o apartamento onde morou com a mãe, cuja perda ele nunca superou. Esse reencontro com o passado faz com que o jornalista volte a questionar a existência e as “decisões” de Deus. O pilar família e religião dá o tom deste Belos sonhos.



COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES