Brasília-DF,
22/JUN/2017

'Fragmentado' conta história de um homem com múltiplas personalidades

M. Night Shyamalan, diretor conhecido por 'O sexto sentido', não deixa a desejar na nova trama

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:24/03/2017 06:02Atualização:23/03/2017 16:49
O longa traz a história de um homem com transtorno de personalidade
 (Universal Filmes/Divulgação)
O longa traz a história de um homem com transtorno de personalidade
 
Conceitos de pureza dos seres humanos e a ideia de uma inquebrantável rede de proteção transbordam no mais novo filme de M. Night Shyamalan, ainda reconhecido pelo fenomenal êxito de O sexto sentido. A pureza é reservada ao trio de moças Claire (Haley Lu Richardson), Marcia (Jessica Sula) e Casey (Anya Taylor-Joy), arrancadas da família e jogadas nas garras de um homem completamente instável — que sofre de transtorno dissociativo de identidade —, capaz de armazenar e lançar mão, aleatoriamente, de personalidades múltiplas.
 
O papel do protagonista Kevin Wendell Crumb (James McAvoy, magistral) goza de uma espécie de abrigo: o consultório da zelosa doutora Fletcher (Betty Buckley). Debruçada no estímulo às idiossincrasias do paciente, Fletcher empreende o risco de desafiar as conflitantes e entremeadas personalidades que atendem por Barry, um acanhado rapaz que tem fixação por moda; Dennis, um disciplinado e explosivo opressor; e a criança de língua presa chamada Hedwig (quando McAvoy dá o melhor de si como ator), além de outras tantas versões de Kevin.


 
Como num jogo que mexe com os nervos dos espectadores, o roteiro de Shyamalan joga, aleatoriamente, cada uma das personalidades de Kevin, chamadas “à luz”.
 
Com muitos gêneros de cinema alinhados em Fragmentado, que investe em suspense, terror, drama psicológico e até em fantasia, Shyamalan merece destaque, por não deixar a mistura desandar.
 
O passado da principal refém mantida por Kevin sustenta muito da atmosfera, diante da montagem perspicaz de Luke Ciarrochi. Incômodo, o passado de Casey ajuda a manter coerente o final, pra lá de ousado, adotado pelo diretor de A vila. Transtorno, capacidade de manipulação, tons sobrenaturais e dores psicológicas se conectam, sob medida, em Fragmentado.

Confira as sessões do filme

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES