Brasília-DF,
22/OUT/2017

Diretor Danny Boyle retorna à Escócia em 'T2: trainspotting'

O novo longa, que é uma sequência de 'Trainspotting' (1996), é mais uma adaptação do escritor escocês Irvine Welsh

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:24/03/2017 06:05Atualização:23/03/2017 16:48
'T2: trainspotting' é baseado em mais uma obra de Irvine Welsh
 (Sony Pictures/Divulgação)
'T2: trainspotting' é baseado em mais uma obra de Irvine Welsh
 
Oito anos depois da conquista do Oscar de melhor diretor, com o filme Quem quer ser um milionário?, o cineasta inglês Danny Boyle volta às origens, ao abordar nova etapa para o filme que o consagrou: Trainspotting. Baseado em mais uma obra de Irvine Welsh, o autor da trama de Porno, T2: trainspotting volta ao universo das drogas, das loucuras e dos trambiqueiros personagens de ocasião vistos no longa de 1996.


 
Mais velhos e cientes de um peso para idade, o quarteto montado sob roteiro de John Hodge (o mesmo de Cova rasa) está completo, nas telas. Daí, o público pode matar as saudades de Simon “Sick Boy” (Jonny Lee Miller), Spud (Ewen Bremner), Begbie (Robert Carlyle) e, claro, Renton (Ewan McGregor).
 
Ambientado em Edimburgo (capital da Escócia), T2 promete manobrar com o sentimento nostálgico de quem assistiu ao filme de 1996. Já tendo estreado no Reino Unido, o novo filme escava em passados ainda mais remotos para os personagens que experimentam situações que vão da cumplicidade à traição, passando por crises de dependência química, pela carceragem e culminando na virtual realidade de trabalhadores assalariados.

Confira as sessões do filme


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES