Brasília-DF,
26/ABR/2017

Carolina Ferraz surpreende ao viver uma travesti em 'A Glória e a Graça'

O longa conta a história da relação conflituosa de duas irmãs, distanciadas por mais de 15 anos.

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:31/03/2017 06:00Atualização:30/03/2017 17:42
Atriz Carolina Ferraz interpreta travesti em 'A Glória e a Graça' (Guilherme Maia/Divulgação)
Atriz Carolina Ferraz interpreta travesti em 'A Glória e a Graça'

O fato de representar encerra o risco dos atores em uma arte e, assim sendo, não há por onde minimizar a participação de Carolina Ferraz neste A Glória e a Graça, em que ela encena um drama ao lado da atriz Sandra Corveloni. Numa encenação destacada, ambas mais do que convencem ao contar a conflituosa relação mantida entre duas irmãs distanciadas por mais de 15 anos.
 
Veja as sessões para o filme aqui. 
 
No belo roteiro criado por Carolina e Lusa Silvestre (do ótimo Estômago), ela dá vida a Glória, antigamente, chamada de Luiz Carlos.

Viver uma travesti é um desafio tirado de letra por Carolina Ferraz. Não apenas pelas muitas mulheres em cena, de certo modo, o filme dirigido por Flávio Ramos Tambellini tem uma escala almodovariana. Há muita carga emocional, que não excede ou explode exageradamente, além da administração de fortes etapas de adaptação para muitos dos personagens.
 
 
 
Libertações transbordam da relação da vitoriosa Glória com a fragilizada Graça. Numa toada que privilegia situações simples da vida, com a adoentada Graça recebendo um ultimato para ajustar as contas com o passado, o filme consagra a capacidade múltipla de Tambellini.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES