Brasília-DF,
22/SET/2017

Filme alemão 'O mundo fora do lugar', de Margarethe von Trotta, não convence

A trama de Margarethe von Trotta carece de emoção

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:31/03/2017 06:00Atualização:30/03/2017 17:47
As tramas familiares do filme alemão carecem de emoção (Mares Filmes/Divulgação)
As tramas familiares do filme alemão carecem de emoção

Por 20 anos, nas telas e nas cerimônias dedicadas ao cinema, o público alemão conheceu um casamento bastante politizado entre o cineasta Volker Schlondorff (O tambor e Diplomacia) e a roteirista e atriz Margarethe von Trotta.
 
Em O mundo fora do lugar, porém, a diretora von Trotta se desprende da veia idealista, revelando tão somente um drama familiar.

 
  
O longa é um drama doméstico que, pouco a pouco, ganha contornos de trama investigativa. Um emaranhado de mentiras revela estar no centro das inquietações de Sophie (Katja Riemann) e Paul (Mathias Habich), que exploram uma amadurecida relação de filha e pai.
 
Confira as sessões do filme aqui 
 
Ambos ficam estarrecidos pela figura da cantora de ópera Caterina Fabiana (Sukowa), muito parecida com Evelyn, mãe de Sophie. Escavando segredos familiares, von Trotta apresenta um filme envolvente, mas fica devendo  emoção.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES