Brasília-DF,
26/MAI/2017

Diversão leve e prazerosa marca 'Sobre viagens e amores'

O nono longa do italiano, 'Sobre viagens e amores', tem Joseph Haro e Matilda Lutz no elenco

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:05/05/2017 06:00Atualização:04/05/2017 18:48
'Sobre viagens e amores': leveza nas primeiras descobertas da vida (Lança Filmes/Divulgação)
'Sobre viagens e amores': leveza nas primeiras descobertas da vida
 
Não há como negar o pendor romântico do cinema conduzido pelo diretor Gabriele Muccino; isso desde a estreia mundialmente marcada pelo longa Para sempre na minha vida (1999). Produtor de Um beijo a mais e diretor de longas como O último beijo e Beije-me outra vez, Muccino sabe dosar emoções e descobertas (muitas delas juvenis) em fitas com começo, meio e fim, que nunca abrem mão de coerência, e poucas vezes investem na obviedade.
 
Sobre viagens e amores pode não ser um exemplo de cinema instigante ou questionador, aliás, a bem da verdade, crava bandeira no campo da diversão leve e prazerosa. A premiada trilha sonora de Lorenzo Jovanotti Cherubini (com ótima colaboração de Jack Jaselli) dá boas-vindas ao amadurecimento dos estudantes que, em Roma, cursam o ensino médio, Marco (Brando Pacitto) e Maria (Matilda Lutz).
 
 
Músicas como Welcome to the world, Indie summer e Feel the summer on my skin dão a tônica da presença deles na vida do bem resolvido casal Matt (Joseph Haro, de Glee) e Paul (Taylor Frey). Toda a libertação de Maria — a princípio, algo rancorosa e desagradável —  se dará em São Francisco (Califórnia). Nem sempre Matilda Lutz consegue ser sutil em cena —  numa observação que, em nada, compromete o filme.
 
Sem a intensidade dos longas hollywoodianos, o diretor Gabriele Muccino parece mais à vontade, ao regressar para fita de origem predominantemente italiana. Com muito tato, ele consegue rimar a vitalidade do grupo de jovens com o espírito dos pequenos e, muitas vezes, frívolos impasses do grupo.
 
Quem mais sofre no enredo é a coadjuvante Jules (Jessica Rothe), que não tem tempo de conquistar os espectadores. Com belas imagens da Califórnia e ainda de Cuba, Muccino segue a trilha do cinema que bifurca felicidade e pequenas derrotas.
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES