Brasília-DF,
18/DEZ/2017

'Os guardiões' traz à tona super-heróis russos

No longa dirigido por Sarik Andreasyan, os heróis são soviéticos

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:01/09/2017 06:00Atualização:31/08/2017 17:42
Em 'Os guardiões', heróis russos combatem o sobrenatural (Reprodução/Internet)
Em 'Os guardiões', heróis russos combatem o sobrenatural
 
No nicho de filmes de super-heróis tem espaço para todo mundo. Quem diria que um filme russo — e com heróis soviéticos — chegasse às telas em pleno 2017? Esse é Os guardiões, aventura dirigida por Sarik Andreasyan.
 
 
A trama começa durante a Guerra Fria, quando a associação Patriota modifica o DNA de quatro pessoas para transformá-las em espécies de defensores da União Soviética. Cada um dos quatro representa um país entre os que formavam a URSS. O engraçado — ou pelo menos curioso — é que os inimigos dessa legião não são os americanos, mas, sim, seres sobrenaturais.
 
 
 
O tempo passa e Os guardiões chega aos dias de hoje, quando, finalmente, os quatro heróis são postos à prova. Um cientista maluco resolve dominar a Terra e fazer do planeta uma fábrica voltada para o mal.
 
Sem sucesso, a aventura foi exibida na prestigiada mostra de cinema de Toronto, no Canadá. Saiu sem prêmios e derrotada pela legião de críticos ali presentes.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES