Brasília-DF,
16/DEZ/2017

Filme 'Uma mulher fantástica' mostra o amor e a dor de uma transexual

Longa do chileno Sebastián Lelio foi aplaudido no Festival de Berlim

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:08/09/2017 06:00

'Uma mulher fantástica' foi elogiado no Festival de Berlim
 (Reprodução/Internet)
'Uma mulher fantástica' foi elogiado no Festival de Berlim
 

Uma mulher fantástica. O título do novo filme do chileno Sebastián Lelio por si só já é uma provocação. A protagonista a que se refere o diretor é Marina, defendida por Daniela Vega.


Marina é uma garçonete transexual que leva uma rasteira da vida quando o namorado morre repentinamente por conta de um mal súbito. Além de perder o grande amor da vida dela, Marina adia o sonho de se tornar uma cantora de boate, daquelas que vivem entre luzes e figurinos coloridos.

 

 

 

Não bastasse isso, Marina ainda tem que enfrentar a família do namorado. Eles não a aceitavam como namorada dele porque ela é transexual e porque, quando começaram a se relacionar, o rapaz era casado com outra mulher.

 

Confira o horário das sessões

 

O longa exibido no Festival de Berlim deste ano chamou a atenção pela delicadeza com que trata o tema. Marina acaba sendo vítima de preconceito não só por parte dos familiares do namorado, mas também enfrenta até médicos que não sabem se a chamam pelo nome social ou pelo de batismo.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES