Brasília-DF,
18/DEZ/2017

Filme 'Em defesa de Cristo' debate a fé e o ateismo

Longa narra a história de um casal onde a esposa passa a ir a igreja e mesmo com o marido sendo ateu

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:15/09/2017 06:00Atualização:15/09/2017 09:49
Lee Strobel tenta provar que Deus não existe no filme 'Em defesa de Cristo' (Reprodução/Internet)
Lee Strobel tenta provar que Deus não existe no filme 'Em defesa de Cristo'

Vêm das páginas da autobiografia de Lee Strobel o nome e o argumento do longa Em defesa de Cristo. Nas telonas, o jornalista ganha vida por meio do ator Mike Vogel.
 
Profissional respeitado e premiado e pai de família dedicado, Strobel leva um susto quando a filha quase morre engasgada com um doce. Ela é salva pela enfermeira Alfie (L. Scott Caldwell). Apesar da gravidade da situação, o que mais incomoda Strobel é que a enfermeira se recusa a dizer que a menina foi salva por ela, mas, sim, por Deus.


 
A esposa de Strobel, Leslie (Erika Christensen), se impressiona bastante com o que ouve de Alfie e passa a frequentar a igreja como forma de agradecimento a Deus. Isso acaba deflagrando uma crise no casamento de Leslie e Lee porque ele é ateu e não admite que a esposa, agora, seja religiosa. 
 
Para provar à esposa que ela está errada, Lee vai atrás de profissionais renomados (cientistas, psicólogos e médicos estão na lista) e de explicações científicas sobre a existência de Deus.

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES