Brasília-DF,
21/NOV/2017

'El Amparo' conta história de massacre venezuelano

Sob direção de Rober Calzadilla, filme retrata um trágico episódio do país venezuelano: o assassinato de 14 pescadores pelo exército

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Publicação:27/10/2017 06:02
Pescadores sobrevivem a ataque do Exército que matou 14 colegas (Credito/Divulgação)
Pescadores sobrevivem a ataque do Exército que matou 14 colegas

 
O massacre de El Amparo, ocorrido na Venezuela em 1988, não é muito explorado pelos livros de história fora daquele país. O episódio ganha holofotes agora, com o longa El Amparo, de Rober Calzadilla.
 
Na ocasião, 14 pescadores venezuelanos foram assassinados pelo Exército. A acusação que pesava contra eles era de pertencer à guerrilha armada colombiana, que estaria planejando um atentado terrorista contra a Venezuela. Para forjar que foram atacados antes de matar os pescadores, os soldados criaram um cenário e registraram situações falsas em fotografias com os corpos das vítimas que foram distribuídas na mídia.
 
 
Dois homens conseguiram sobreviver ao massacre e são, desde então, perseguidos pelo Exército. É acompanhando eles que Calzadilla guia El Amparo. Até proposta de receber dinheiro em troca do silêncio eles recebem. Quanto mais certos de que não podem se calar diante do ocorrido estão os pescadores, mais El Amparo ganha em dramaticidade e complexidade. Temas como abuso de poder, corrupção e defesa dos direitos humanos — tão caros aos brasileiros — também acabam tendo destaque com o desenrolar da trama.
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES