Brasília-DF,
16/DEZ/2017

'Por que vivemos', animação japonesa, aborda valores budistas

O longa foi exibido durante oito meses no Japão

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:24/11/2017 06:00Atualização:23/11/2017 17:25
O diretor Hideaki Oba apostou na linguagem do animê na produção (Espaço Filmes/Divulgação)
O diretor Hideaki Oba apostou na linguagem do animê na produção

Na onda de filmes católicos, espíritas, e o que mais alente os humanos, em tempos difíceis — o cinema alcançou ainda a meta de transmitir valores do budismo da Terra Pura, corrente imensamente difundida entre os nipônicos.
 
Artista saído do celebrado Studio Ghibli (que apoia a excelência de Hayao Miyasaki), o diretor Hideaki Oba apostou na linguagem do animê em Por que vivemos?, numa estratégia que resultou em mais de oito meses de exibição da fita no Japão. O longa cresce, dosando informações históricas, com enredo que explora as mazelas do quarentão Ryoken.
 

Confira o trailer de Por que vivemos

 
 
Tags: filme

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES