Brasília-DF,
25/ABR/2018

Estreia de 'Pela janela' apresenta o protagonismo de Magali Biff

A história da jovem Rosália é a base do filme, dirigido pela estreante Caroline Leone

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:19/01/2018 06:02
A performance de Magali Biff é o melhor de 'Pela janela' (Bruno Alfano/Divulgacao)
A performance de Magali Biff é o melhor de 'Pela janela'

 
Emprego. Assim, numa acepção imediata — ligada à ideia de funcionalidade — o emprego da personagem Rosália (Magali Biff), de Pela janela, poderia se dar quase que exclusivamente num plano profissional.
 
Perfeccionista, interessada e habilidosa, como a experiente trabalhadora de uma fábrica de reatores elétricos, Rosália é pega de surpresa, sendo abatida pelo fantasma do descarte, depois de 30 anos de contribuição. Cabe a ela, a contragosto, viajar ao lado do irmão, José (Cacá Amaral).
 
 
O longa da estreante Caroline Leone se equipara a títulos como Transeunte (de Eryk Rocha) e A casa de Alice (de Chico Teixeira). Há valor, mas o espectador deve exercitar a paciência. A cada momento, o público anseia por algo não efetivado.
 
No todo, Caroline Leone se afasta do previsível, mas pouco desenvolve. Claro que dá conta de repassar uma mensagem, observando a bem palpável trajetória de Rosália. Além da interpretação de Magali Biff, entretanto, há pouco a recomendar.
 
Confira o trailer:
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES