Brasília-DF,
25/ABR/2018

Com estreia nesta semana, 'Pedro Coelho' leva personagem nada fofo às telonas

Baseado numa fábula, 'Pedro Coelho' foge do convencional com protagonista de condutas reprováveis

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:23/03/2018 06:00Atualização:22/03/2018 19:09
O protagonista de Pedro coelho chega a maltratar os outros animais  (Reprodução/Internet)
O protagonista de Pedro coelho chega a maltratar os outros animais

 
A mistura entre live-action e animação é a nova queridinha em Hollywood. Dirigido por  Will Gluck e estrelado por Rose Byrne, Domhnall Gleeson e Sam Neill, Pedro coelho é a novidade do gênero. O roteiro da aventura é baseado em conto homônimo, escrito por Beatrix Potter.

Clique aqui e confira as sessões

A trama trata da relação da pintora Bea (Rose Byrne) e seu coelho de estimação, Pedro. Mas quem nos apresenta essa relação é o mascote, sob o ponto de vista dele, naturalmente. Ele adora Bea, que o trata muito bem, e é apaixonado por ela. O problema todo acontece quando a moça se encanta pelo vizinho, Thomas McGregor (Domhnall Gleeson). O roteiro tem toques da tragédia de Édipo e foge dos estereótipos das fábulas.

Munido de muito sarcasmo, arrogância e até egoísmo, Pedro vai fazer de tudo para infernizar a vida do novo casal e também dos outros animais, que ele julga serem inferiores, já que ele é o único que usa roupas e tem nome de gente. Sem se levar a sério e com um protagonista que se afasta do clássico conto de fadas, Pedro coelho é daquelas animações que agradam mais ao público adulto do que aos pequenos.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES