Brasília-DF,
16/AGO/2018

'Uma temporada na França' retrata a imigração na Europa com leveza

Direção e roteiro do longa é do chadiano Mahamat-Saleh Haroun

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:20/04/2018 06:04Atualização:20/04/2018 09:45
Sonho de Abbas é manter a namorada e os filhos unidos, na França. (Reprodução/Internet)
Sonho de Abbas é manter a namorada e os filhos unidos, na França.
 
Tema urgente e duro, a imigração de estrangeiros para países europeus é tratado de maneira leve e até melancólica em Uma temporada na França, longa do diretor chadiano Mahamat-Saleh Haroun. Chega a ter simpatia na maneira com que ele conduz a trama de Abbas (Eriq Ebouaney).

Abbas é um professor africano que deixa o país natal e parte rumo à França, com dois filhos pequenos. Dois anos depois, o governo francês nega o pedido de asilo. Com a segunda mudança à vista, Abbas vai fazer de tudo para continuar na França, tendo direitos de um exilado político.
 
Uma temporada na França poderia ser um filme essencialmente político, mas não é assim que Haroun o define em entrevistas à imprensa estrangeira. 

Ele ressalta que buscou o aspecto humano da luta de Abbas, mostrando a relação dele com a namorada, Carole (Sandrine Bonnaire), e dos filhos, que temem a ideia de se mudar mais uma vez.
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES