Brasília-DF,
19/SET/2018

Estreia de 'Han Solo: Uma história Star wars' dá continuidade à clássica saga

Em novo capítulo da franquia, Han Solo: Uma história Star wars, protagonista mantém temperamento um tanto indigesto

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:25/05/2018 06:00Atualização:24/05/2018 15:03
Alden Ehrenreich tem boa interpretação como Han Solo na produção (Jonathan Olley /divulgação)
Alden Ehrenreich tem boa interpretação como Han Solo na produção


Sem ter assistido ao filme anterior a Han Solo: Uma história Star wars, uma coisa é certa: numa pegada de origem de personagens, o protagonista interpretado por Alden Ehrenreich (de Ave, César!) se verá cercado por algumas das paixões eternizadas nas aventuras vindouras deste mesmo Han Solo, mas encabeçadas por outro ator — Harrison Ford, a caminho da consagração, no caso, nos idos de 1970. Do primeiro voo na monumental Millennium Falcon aos laços de amizade dúbia com o contraventor Lando (Donald Glover), muitas situações colocarão em jogo o carisma do personagem algo cafajeste.
 

Numa das primeiras avaliações do filme, o representante do The Guardian Peter Bradshaw destacou que o diretor Ron Howard (de filmes como Apollo 13 — Do desastre ao triunfo) “nasceu para conduzir o novo filme”. Sempre atenta à ligação entre pais e filhos, a franquia criada por George Lucas não desfaz a ideia, até mesmo nos bastidores, já que os roteiristas Lawrence e Jonathan Kasdan, são, pela ordem, pai e filho. Além de contar com Jon Favreau (o Hogan de O Homem de Ferro) na pele de Rio, o novo episódio traz Phoebe Waller-Bridge (da série Fleabag) no papel da androide L3-37, uma espécie de escada para a dúbia relação mantida junto a Lando.

Han Solo: Uma história Star wars parte do planeta Corellia, vitimado pela tirania do Império. É nele que Solo — o herói de temperamento algo indigesto — se verá apartado de um dos grandes amores: Qi´Ra (Emilia Clarke). Oprimidos, eles tentarão subornar, com a doação de um combustível (mais valioso do que a gasolina dos nossos postos contemporâneos), os guardas de Corellia, para planejada fuga.

Já atuando em trabalhos criminosos, Han Solo terá reencontro inesperado com Qi´Ra, algo submissa à figura do temido Dryden Vos (Paul Bettany). Depois de expulso da frota imperial, o piloto Solo se verá associado ao ardiloso Beckett (Woody Harrelson), tendo como companhia Val (papel de Thandie Newton). Uma luta coreografada entre Han Solo e Chewie (o bizarro monstro que dá leveza a Guerra nas Estrelas, e agora é interpretado por Joonas Suotamo), feito prisioneiro de guerra, é desde já, um dos momentos mais aguardados do novo longa.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES