Brasília-DF,
23/ABR/2019

Confira estreias da semana no cinema

Diretor do clássico 'Elefante', Gus Van Sant traz um dos destaques em 'A pé ele não vai longe', com elenco de peso

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:28/12/2018 06:00Atualização:27/12/2018 19:05
Joaquin Phoenix é estrela de 'A pé ele não vai longe' (Reprodução/Internet)
Joaquin Phoenix é estrela de 'A pé ele não vai longe'

 

A pé ele não vai longe

Depois de O mar de árvores (2015), o diretor Gus Van Sant está de volta com este A pé ele não vai longe. Sob o comando do cineasta, estão Joaquin Phoenix, Jonah Hill e Rooney Mara. Phoenix vive o cartunista John Callahan. Alcóolatra, ele pega o carro bêbado, sofre um acidente e acaba paralisado da cintura para baixo. Para não enlouquecer, Callahan extravaza escrevendo quadrinhos recheados de humor ácido e de um traço marcante.
 
 

A última chance

 
 
 
A vida do lutador de muay thai e ex-traficante Fábio Leão serviu como base para o diretor Paulo Thiago em A última chance. No longa, Marco Pigossi vive o protagonista, rapaz que cresceu lado a lado com o tráfico de drogas e acabou preso. Ao sair da prisão, Fábio encontra no esporte a salvação.
 

O confeiteiro

 
 
 
O drama O confeiteiro traz uma coprodução rara pelas telas brasilienses. O longa une Alemanha e Israel para contar a história do germânico Thomas (Tim Kalkhof), dono de uma confeitaria. Ele vai até Jerusalém para se encontrar com a esposa do amante dele, Oren (Roy Miller). Ao chegar lá, é na empresa dela que ele arruma emprego. Mesmo sem ela saber, os dois compartilham a dor do luto pelo mesmo homem. O confeiteiro foi o escolhido por Israel para tentar uma vaga no Oscar de melhor filme estrangeiro de 2019.
 

Culpa

 
 
 
Afastado das ruas e “preso” no trabalho burocrático, o policial Asger Holm (Jakob Cedergren) é surpreendido pela ligação de uma mulher pedindo socorro por estar sendo sequestrada. O protagonista do dinamarquês Culpa, de Gustav Möller, vê nessa situação a chance de voltar às ruas. Ele investiga o caso, descobre que o ex-marido dela é o responsável pelo crime e vai fazer de tudo para prendê-lo.
 

Emma e as cores da vida


  
 
A arte da sedução bem que poderia ser um personagem — o principal, diga-se — de Emma e as cores da vida, coprodução entre Itália, França e Suíça que chega neste fim de semana aos cinemas de Brasília. O longa tem direção de Silvio Soldini e elenco que traz Adriano Giannini, Valeria Golino e Arianna Scommegna. O candidato a Don Juan da fita é o publicitário Teo (Adriano Giannini). O homem é casado, tem uma amante e cai de amores por Emma, osteopata cega interpretada com elogios da crítica internacional por Valeria Golino. Haja mentira para enganar tantas mulheres! A verdade é que Teo demora a perceber que o que sente por Emma é diferente, aproxima-se muito mais de amor do que o sentimento que nutre pela amante ou mesmo pela esposa. A dificuldade do publicitário em lidar com essa novidade e com as consequências disso é o que move Emma e as cores da vida. E vem aí mais um desafio novo para o conquistador: será que Emma o corresponde?
 

Meu querido filho

 
 
 
O adolescente Sami (Zakaria Ben Ayyed) vive com os pais Riadh (Mohamed Dhrif) e Nazli (Mouna Mejri) e, desde criança, sofre com enxaquecas terríveis. Um dia, durante uma crise, ele sai de casa e não volta, deixando os pais desesperados. Esse é mote para Meu querido filho, de Mohamed Ben Attia. No longa, o pai está prestes a se aposentar e a mãe trabalha em casa, o que faz com que a vida deles girem cada vez mais em torno de Sami.
 

Torre. Um dia brilhante

 
 
 
Assinado por Jagoda Szelc, o suspense Torre. Um dia brilhante traz o reencontro entre as irmãs Mula (Anna Krotoska) e Kaja (Magorzata? Szczerbowska), seis anos depois de Kaja abandonar a filha recém-nascida com Mula. A menina cresceu achando que a tia era a mãe. A tensão se instala entre as irmãs porque Kaja volta às vésperas da primeira comunhão da filha, momento importante e de festa para a família. Mas ela jura que não voltou pela criança, embora não revele de cara o real motivo do retorno.
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES