Brasília-DF,
18/JUL/2019

'Cine Holliúdy 2 - A chibata sideral' é lazer leve e descompromissado

Filme de Halder Gomes tem regionalismo, insere feminismo e muito descontração

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:22/03/2019 06:01Atualização:21/03/2019 16:33

 (Downtown Filmes/Divulgação)

O diretor Halder Gomes (Os parças) segue se afirmado na comédia, com direito a duas vitórias no Grande Prêmio de Cinema Brasileiro e o enorme sucesso de Cine Holliúdy (2013). Expressões em “cearês” (que rendem trabalho extra para um escrivão na trama), trocadilhos e deboche descarado o ajudam (ao lado dos roteiristas L.G. Bayão e Edmilson Filho) a consolidar a postura popular do sonhador personagem Francisgleydisson (Filho), que no interior do Nordeste, pelo investimento em cinema, abre “janela do mundo pros olhos do povo”, segundo observa um dos protagonistas do longa.

 

Abatido, nesta nova aventura, Francis terá apoio não só da mulher, Maria das Graças, e do filho, mas, na reerguida, buscará investimentos num “projeto cultural”, numa terra em que alguns “odeiam cultura, odeiam artistas”, bem como “gente que pensa”. O cenário ainda piora, por conta da conjuntura da prefeitura liderada por Olegário (Roberto Bomtempo) e almejada pela candidata Justina (a hilária Samantha Schmütz). Milhem Cortaz interpreta Zé Coveiro, outro ponto forte da comédia.

 

Confira as sessões! 

 

Fazer um ousado filme, em torno de Lampião e aliens, passa a ser obsessão de Francis, que desacredita da sina de muitos de buscar a cidade grande. Na trajetória do feito cabem de “inguinorância” a nepotismo, passando por um bocado de vingança para com os fiéis de igrejas que, futuramente, tomariam de assalto os ditos templos de cinema, ocupando salas com cultos.

 

Mas Halder Gomes não crava enfrentamento ou divisão — com a comédia, deposita as fichas em altas doses de união e graça. Insere feminismo (há o dizer, por exemplo, que “por trás de uma grande mulher, existe sempre um grande subalterno”); lida, descontraidamente, com palavreado chulo; apresenta testes de elenco politicamente incorretos e investe até em suposta energia quântica para a solução da trama. Bebendo também dos macetes do cinema gringo, Halder Gomes não deixa de investir em citações a Jorge Furtado, Ed Wood, Spielberg e até Quentin Tarantino. Lazer leve e descompromissado.

 

Assista ao trailer de Cine Holliúdy 2 - A chibata sideral!

 

 

 

 


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES