Brasília-DF,
25/JUN/2019

Estreia cheia de dilemas e conflitos em 'Dias vazios'

Produção brasileira de Robney Bruno Almeida traz Arthur Ávila e Natália Dantas como protagonistas

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:31/05/2019 06:02Atualização:30/05/2019 17:18
Crises existenciais clássicas da adolescência estão em Dias vazios (Reprodução/Internet)
Crises existenciais clássicas da adolescência estão em Dias vazios

Hoje está um dia morto é o título do livro de André de Leones que trouxe alguma visibilidade, via literatura, para o município de Silvânia (Goiás). É nessa obra que o cineasta estreante Robney Bruno Almeida busca inspiração para Dias vazios.

Uma jornada lúgubre escorada em morte, suspense e alguma poesia dá norte à adaptação, na qual, até o poder do Super-Homem (metaforicamente inserido, de forma discreta) é contestado e na qual os protagonistas de uma realidade estagnada, os jovens Daniel (Arthur Ávila, premiado no CinePE como melhor ator) e Alanis (Natália Dantas) tentam sair do marasmo da vida de estudantes do ensino médio que levam.

Bastante melancólico, e abrilhantado pela atuação de Carla Ribas, Dias vazios retrata o exorcismo de dores de Daniel, que passa, escrevendo, sobre o paradeiro que o intriga: o que teria acontecido, de fato, com Jean e Fabiana?, um casal que vivia realidade quase espelhada àquela experimentada por Daniel e pela pretendente Alanis.

Confira as sessões disponíveis

Nem sempre numa esfera de fundo palatável, Robney Bruno Almeida opera numa trama repleta de criatividade, a partir do segundo momento, muito mais denso do que a primeira metade da fita. Alguns clichês (como o primeiro contato com o mar) são agrupados entre as cicatrizes de Daniel, dissuadido de exercer a qualidade de "livre-arbítrio", própria da juventude, e apregoada por muitos no enredo.

Opressão de fundo religioso, telefones não atendidos, mortes fictícias (e reais de personagens) deixam Dias vazios tão repleto de verdades individuais quanto as encontradas em um rabiscado caderno de anotações colegiais. Intenso e bacana, apesar de surfar em linguagem, por vezes, pretensiosa.


COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES