Brasília-DF,
28/JAN/2020

Escrito por Fernanda Torres, 'O juízo' se destaca no gênero suspense

Filme do diretor Andrucha Waddington conta com Fernanda Montenegro, Lima Duarte e Criolo no elenco

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Ricardo Daehn Publicação:06/12/2019 06:01Atualização:05/12/2019 20:20

'O juízo': atmosfera carregada para o longa estrelado por Felipe Camargo e Carol Castro
 (Dan Behr/Divulgação)
'O juízo': atmosfera carregada para o longa estrelado por Felipe Camargo e Carol Castro

 

Há dois anos, o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro trouxe um inesperado exemplar de filme de terror, a produção paraibana O nó do diabo. A fita investia o foco num revide ao patriarcado e à elite que cavou desigualdades abissais pela engrenagem escravagista. Agora, com O juízo, novo filme de Andrucha Waddington, pesa a capacidade narrativa e cênica dos magnânimos Lima Duarte e Fernanda Montenegro, a serviço da representação de um cíclico enredo que envolve dinheiro fácil e exploração. Tudo decorrente da penúria de escravos.

 

Uma propriedade secular, no Caminho do Ouro (região de Minas Gerais), representa muito para o enredo escrito por Fernanda Torres. Saltam aos olhos a direção de arte e a de fotografia, respectivamente, a cargo de Rafael Targat e de Azul Serra. Apesar de um lugar de destaque para São Dimas (o citado “bandido bom”, nas crenças católicas), o filme cerca, na realidade, as injustiças reservadas ao escravo Couraça (Criolo, em participação emblemática). Silenciado por séculos, ele retorna como companhia inesperada (e inconveniente) para o seio familiar de Augusto (Felipe Camargo), um herdeiro que vive a estagnação do ócio, a serviço de mero apego material.

 

Com absoluta falta de propósitos, Augusto se muda para o interior, levando a mulher Tereza (Carol Castro) e o filho Marinho (Joaquim Torres Waddington). Descobertas de pertences como anéis e cartas balizam a narrativa do longa que trata de ajuste de contas. Entre episódios de agressões e acidentes, O juízo estabelece uma linha de suspense com habilidade distribuída entre os personagens coadjuvantes. Num clima soturno, que trata de falta de amor e de individualismo crítico, sem alardes, O juízo tem muito a dizer.

 

Confira o trailer: 

 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES