Brasília-DF,
08/AGO/2020

'Brooklyn - Sem pai nem mãe' é um suspense sofisticado

O longa segue um detetive com síndrome de Tourettes buscando solucionar um assassinato

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:06/12/2019 06:03Atualização:05/12/2019 20:10
A produção conta a vida de um solitário detetive vivido por Edward Norton (Warner/Divulgação)
A produção conta a vida de um solitário detetive vivido por Edward Norton

 
O filme Brooklyn — Sem pai nem mãe é a clássica produção que remete ao heroísmo individual presente em cada ser humano. Lionel Essrog (protagonizado por Edward Norton) é um detetive particular que vive uma vida solitária e possui síndrome de Tourette (um distúrbio que faz com que o personagem perca o controle sobre o que faz/diz). Independentemente deste fato, que não interfere diretamente na narrativa, o homem busca pelo assassino do seu mentor e amigo Frank Minna.
 

Um dos fatores que torna a situação mais complicada é a ausência de pistas e informações acerca do caso. Como um bom detetive, Lionel começa a desbravar a cidade em busca de respostas para as lacunas que estão em aberto e se aproxima de uma preciosa pista ao investigar o ramo imobiliário nos guetos de Nova York. Com um estilo que remete aos filmes dos anos 1950, o Brooklyn — Sem pai nem mãe acerta na temática com figurinos e trilha sonora, mas peca no glamour com um enredo de pouca inspiração.
 
 
 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES