Brasília-DF,
27/SET/2020

'Finalmente livres' conta a história de um homem preso injustamente

O elenco do filme francês conta com Pio Marmaï, Audrey Tautou e Adèle Haenel

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:13/12/2019 06:01Atualização:12/12/2019 20:29
'Finalmente livres': comédia de Pierre Salvadori aposta em confusões geradas por mentiras (Agencia Febre/Divulgação)
'Finalmente livres': comédia de Pierre Salvadori aposta em confusões geradas por mentiras

Selecionada para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes, a comédia Finalmente livres aposta nas confusões geradas a partir de uma corrente de verdades ocultas e um amontoado de mentiras descobertas. Pio Marmaï encabeça o elenco que conta ainda com as atrizes Audrey Tautou e Adèle Haenel. Na trama, ele dá vida a Antoine, homem injustiçado pelo destino que o levou a passar oito anos preso por crime nunca cometido.
 
 

Um forte desvio de caráter do chefe de polícia Santi (Vincent Elbaz está refletido no caso de Antoine. Interpretando a viúva de Santi, Adèle Haenel dá vitalidade a Yvonne que, como o marido, também é policial. No filme, conduzido por Pierre Salvadori, ela busca a forma correta de desmascarar o falecido e auxiliar no duro cotidiano de Antoine. Audrey Tautou (Amor eterno) completa o elenco, na pele de Agnès, esposa do protagonista. Finalmente livres, vale a lembrança, foi um dos destaques do Festival Varlilux de Cinema Francês, com sessões em junho passado.
 
Veja os horários e as sessões aqui.
Tags: cinema

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES