Brasília-DF,
22/JAN/2020

Com revelações sobre os poderes de Elsa, 'Frozen 2' chega aos cinemas

O segundo filme da animação conta ainda com uma relação maior entre as filhas e o pai, o Rei Agnarr

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Vinícius Veloso* Publicação:03/01/2020 06:01Atualização:02/01/2020 18:56

'Frozen 2' traz de volta Elsa, Anna e Kristoff
 ( Disney/Divulgação)
'Frozen 2' traz de volta Elsa, Anna e Kristoff

 

Após o grande sucesso do filme Frozen — Uma aventura congelante, que ultrapassou a marca de US$ 1,2 bilhão em bilheteria (tornando-se a animação com maior arrecadação neste sentido), a Disney lança a continuação do longa que, antes mesmo de estrear no Brasil, já arrecadou mais de US$ 1 bilhão. Com tamanha expectativa, Frozen 2 é uma continuação que olha para o passado.

 

No primeiro longa, o protagonismo está com as irmãs do reino de Arendelle. Elsa (rainha) e Anna (princesa) viviam separadas por conta dos poderes que Elsa possui. Após a morte dos pais, a rainha recebe a missão de assumir o reinado do local. No entanto, após um novo acidente, resolve abandonar Arendelle, que acaba congelado.

 

O enredo de Frozen 2 inclui personagens fundamentais para a trama de forma direta, como a rainha Iduna (mãe das irmãs) e o Rei Agnarr (pai das irmãs). Além disso, dá dois passos atrás e volta à infância e às origens de Elsa e Anna, retomando a relação das filhas com o pai. Revelações acerca da Floresta dos Elementos ajudam a explicar como surgiram os poderes da rainha de Arendelle. Outros mistérios inexplicados anteriormente, como as diferenças entre as irmãs e os acontecimentos que causaram a morte dos pais, também são desvendados. O filme acaba por dar um protagonismo ligeiramente maior para Elsa, que busca entender melhor como lidar com tamanha pressão de carregar poderes consigo. A narrativa de Anna, entretanto, é levada em conjunto com a da irmã, sem se perder dentro do filme.

 

Confira as sessões do filme nos cinemas  

 

Com Jennifer Lee e Chris Buck repetindo a dobradinha na direção do longa de animação estadunidense, cenas de ação no mundo da fantasia, diálogos técnicos e melhorias visuais tiveram um cuidado ainda maior nesta segunda parte. A trilha sonora, que no primeiro filme contou com o sucesso Let it go — vencedor de um Oscar e um Grammy —, foi produzida pela mesma dupla de compositores: Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez.

 

A relação amigável de Anna com o boneco de neve Olaf é um dos destaques (Disney/Divulgação)
A relação amigável de Anna com o boneco de neve Olaf é um dos destaques

 

A diretora fez questão de ressaltar a importância das músicas para o filme, definindo como “uma ótima maneira de abrir um personagem e realmente impulsionar a história adiante. As músicas evoluem à medida que a história evolui e os compositores encontram as páginas que desejam transformar em música.”

 

Surgido seis anos após o lançamento de Uma aventura congelante, o segundo filme da saga conta com o amadurecimento na produção e os avanços tecnológicos para construir um corpo audiovisual mais técnico e conciso. O mesmo amadurecimento profissional é transmitido para os personagens dentro da trama, que aprendem a lidar com o novo momento existencial em que se encontram em Frozen 2.

 

Atualizando a história, trazendo novos fatores para a narrativa e abrindo portas para um futuro filme com outra idealização, Frozen 2 é diversão para todos os públicos, dos mais novos aos mais velhos.

 

*Estagiário sob a supervisão de Nahima Maciel 

 

Assista ao trailer de Frozen 2 

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES