Brasília-DF,
22/JAN/2020

Em novo filme, Clint Eastwood esquenta a discussão sobre o machismo em Hollywood

'O caso Richard Jewell' conta a história do segurança que passou de herói a suspeito do atentado terrorista nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996

Diminuir Fonte Aumentar Fonte Imprimir Corrigir Notícia Enviar
Correio Braziliense Publicação:03/01/2020 06:01Atualização:03/01/2020 09:22

Novo longa de Clint Eastwood narra história do atentado terrorista nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996 (Warnrer Bros./Divulgação)
Novo longa de Clint Eastwood narra história do atentado terrorista nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996

 

O caso Richard Jewell desembarcou nos cinemas americanos carregado de polêmica e chega agora às telonas brasileiras com potencial para esquentar a discussão sobre o machismo em Hollywood. O novo filme de Clint Eastwood narra a história de um segurança que passou de herói a suspeito durante as investigações do atentado terrorista nos Jogos Olímpicos de Atlanta, em 1996.

 

A bomba caseira que explodiu no Parque Olímpico durante o evento matou uma pessoa e deixou 11 feridos. Jewell identificou a bomba abandonada dentro de uma mochila antes que fosse detonada e conseguiu evacuar parte do local. Passou a ser tratado como herói até que uma repórter do The Atlanta Journal-Constitution publicasse uma matéria na qual revelava que a polícia e o FBI estavam, na verdade, de olho em Jewell enquanto suspeito.

 

Confira as sessões do filme nos cinemas

 

O segurança nunca foi sentenciado e o carpinteiro Eric Rudolph assumiu a autoria dos atentados. Mas Jewell foi massacrado pela mídia. No longa de Eastwood, cujo roteiro foi escrito por Billy Ray, a repórter policial Kathy Scruggs, responsável pela matéria, aparece em cenas nas quais oferece sexo a agente do FBI em troca de informações. A sequência criou uma série de reações negativas, especialmente da mídia, que acusou Eastwood de colocar, em primeiro plano, o machismo de Hollywood e de difamar a repórter com os mesmos instrumentos que levaram Jewell a se transformar de herói em suspeito.

 

No filme, Scruggs é interpretada por Olivia Wilde, que decidiu explicar, nas redes sociais, sua visão da personagem. Segundo a atriz, a repórter tinha um envolvimento anterior com o agente, vivido por Jon Hamm, que era anterior ao atentado. O caso de Richard Jewell é baseado no livro O suspeito, de Kent Alexander e Kevin Salwen, que não chegam a desenhar Scruggs, que morreu em 2001, como uma repórter inescrupulosa. 

 

 

Assista ao trailer de O caso Richard Jewell 

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CINEMA

TODOS OS FILMES [+]

EVENTOS






OK

BARES E RESTAURANTES